A ancestralidade do corpo contemporâneo
  • Rito Ancestral Corpo Contemporâneo | FOTO: Fernando Figueirôa
    img
  •        
  • Rito Ancestral Corpo Contemporâneo | FOTO: Fernando Figueirôa
    img
  •        
  • Rito Ancestral Corpo Contemporâneo | FOTO: Fernando Figueirôa
    img
  •        
  • Rito Ancestral Corpo Contemporâneo | FOTO: Fernando Figueirôa
    img
  •        
  • Rito Ancestral Corpo Contemporâneo | FOTO: Fernando Figueirôa
    img
  •        
  • Rito Ancestral Corpo Contemporâneo | FOTO: Fernando Figueirôa
    img
  •        
  • Rito Ancestral Corpo Contemporâneo | FOTO: Fernando Figueirôa
    img
  •        
  • Rito Ancestral Corpo Contemporâneo | FOTO: Fernando Figueirôa
    img
  •        
  • Rito Ancestral Corpo Contemporâneo | FOTO: Fernando Figueirôa
    img
  •        
  • Rito Ancestral Corpo Contemporâneo | FOTO: Fernando Figueirôa
    img
  •        

Pesquisa do Grupo TOTEM realiza sua segunda demonstração pública neste sábado, no Centro Cultural Luiz Freire, em Olinda

Depois de realizar a primeira demonstração pública da pesquisa “Rito Ancestral Corpo Contemporâneo”, o Grupo Totem entra em nova fase do processo. Após visitar os povos Xucuru (Pesqueira) e Kapinawá (Buíque), é chegado o momento de realizar a segunda apresentação da pesquisa, ainda em fase de working progress cênico.

A segunda demonstração, que trará desdobramentos das vivências junto aos dois últimos povos indígenas visitados, acontece no sábado (05/03), às 19h, no Centro de Cultura Luiz Freire. “Vamos fazer um verdadeiro laboratório aberto e prático, para que as pessoas entendam como nós trabalhamos. Queremos um formato mais dialogal do que a outra, que foi mais apresentação”, explica a integrante do Totem, Taína Veríssimo .

Para isso, o grupo vai propor conversas e falas que exponham o que tem sido gestado no encontros. A ideia é que a noite do sábado seja compartimentada em dois momentos: um de diálogo e outro de prática, integrando o público presente. “Queremos apresentar melhor o nosso processo de criação interna a partir das vivências externas. Haverá momentos advindos de nossa experiência com a força da juremas sagrada e outras bebidas mágicas que estamos usando nos laboratórios”, complementa Taína.

O PROJETO – A pesquisa “Rito Ancestral Corpo Contemporâneo”, que conta com incentivo do Funcultura, iniciou no segundo semestre de 2015 e segue até o início de 2016. Para vivenciar experiências ritualísticas, o Grupo TOTEM visitou três povos indígenas pernambucanos, os PanKararu, os Xucuru e os Kapinawá, onde realizaram intercâmbios culturais, perpassados por trocas rituais, performáticas e espirituais. Resultantes do processo, estão previstas duas demonstrações públicas e uma performance final fruto de toda a investigação corporal-expressiva-ritual.

SERVIÇO
O que? 2ª Demonstração da pesquisa “Rito Ancestral Corpo Contemporâneo”
Quando? Sábado (05/03), às 19h
Onde? Centro de Cultura Luiz Freire [Rua 27 de Janeiro, 181, Carmo, Olinda.
Entrada livre




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Caruaru ganha seu primeiro congresso de dança
    Caruaru ganha seu primeiro congresso de dança
  • Mundo ao redor da dança
    Mundo ao redor da dança
  • Pole dance made in Pernambuco é destaque em competições nacionais e internacionais
    Pole dance made in Pernambuco é destaque em competições nacionais e internacionais

Deixe um comentário

Mensagem