Adriana do Frevo é homenageada do carnaval de Olinda
  • Adriana do Frevo e grupo Cia Brasil por Dança | Arquivo pessoal
    img
  •        
  • Adriana do Frevo e grupo Cia Brasil por Dança | Arquivo pessoal
    img
  •        
  • Adriana do Frevo e grupo Cia Brasil por Dança | Arquivo pessoal
    img
  •        
  • Adriana do Frevo e grupo Cia Brasil por Dança | Arquivo pessoal
    img
  •        

Fundadora do grupo Cia Brasil por Dança, a bailarina propaga a dança popular de Pernambuco há gerações 

O carnaval de Olinda é conhecido nacionalmente (e até mundialmente) pela irreverência dos foliões, pelos bonecos gigantes e pelo frevo, típico ritmo pernambucano. Todo ano a cidade se enfeita e escolhe os homenageados da festa momesca. Neste 2018, a dança e o frevo ficaram em evidência. A bailarina Adriana Lima, conhecida como Adriana do Frevo, foi escolhida por votação popular como uma das homenageadas do Carnaval 2018 de Olinda. Ela foi a primeira colocada na categoria de personalidades que contribuem com a festa.

Natural de Olinda, Adriana do Frevo começou sua história com cinco anos de idade, no clube Vassourinhas de Olinda. Desfilava nos blocos carnavalescos como os tradicionais Elefante de Olinda e Pitombeira. A bailarina conta que sua ligação especial com o frevo começou em 1985, quando Edmar Lopes, presidente do Vassourinhas de Olinda convidou o mestre Nascimento do Passo para dar um curso no clube. Logo em seguida, Adriana continuou com ele na escolinha Nascimento do Passo. “A princípio fiquei apenas dançando. Isso me ajudava financeiramente em minha casa porque éramos muito humildes e eu precisa ajudar a minha mãe. Lá, fiz parte de muitos projetos sociais, como o Bioteca, a Casa do Guia Mirim e a Casa das Crianças”, conta Adriana.

Tempos depois, Adriana do Frevo criou o grupo Cia Brasil por Dança, que desenvolve um trabalho voluntário ensinando frevo para crianças, jovens e adultos, com o objetivo de propagar a cultura pernambucana através de gerações. O projeto é gratuito, com o pedido de apenas 1 real para ajuda de custo. O grupo funciona no clube Vassourinhas de Olinda há quase 30 anos. “O nosso público alvo são pessoas de todas as idades que gostam, amam e queiram aprender o frevo pernambucano”, afirma.

Formado por cerca de 100 pessoas, o grupo Cia Brasil por Dança já colheu diversos frutos. Adriana do Frevo e os integrantes já participaram e ganharam desfiles e concursos como o de rainha de carnaval, por exemplo. Na época do carnaval, os passistas do grupo desfilam nos tradicionais blocos da cidade. “Propagamos o frevo para todo o Brasil. Além disso, já fomos para a Bélgica, Espanha, Portugal e Venezuela, mas acredito que o grande fruto do projeto é a formação de cidadãos para a vida, ajudando-os a construir o futuro e ensinado cada um a respeitar o próximo”, enfatiza.

Para quem se interessar em ajudar o projeto social, pode contribuir através do Adote um Passista, uma ação onde a pessoa escolhe um passista do grupo e oferece ajuda na confecção ou compra da roupa do aluno para apresentações, além de outros auxílios, se tornando o padrinho do passista. O oferecimento de palestras, cursos e convites para apresentações também é uma forma de contribuição. O Clube Vassourinhas de Olinda, onde funciona o projeto fica localizado na Rua Nossa Senhora do Guadalupe, 15, Afogados, Olinda. Mais informações: (81) 99548.1274.




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Fabiana Constantino

POSTS RELACIONADOS:

  • Workshop gratuito de break dance será realizado no Recife
    Workshop gratuito de break dance será realizado no Recife
  • Adriana do Frevo é homenageada do carnaval de Olinda
    Adriana do Frevo é homenageada do carnaval de Olinda
  • Onde fazer balé clássico no Recife?
    Onde fazer balé clássico no Recife?

Deixe um comentário

Mensagem