Bailarina pernambucana no EuropaBallet
  • Tâmara Dornelas | Arquivo pessoal
    img
  •        
  • Tâmara Dornelas | FOTO: André Ferreira
    img
  •        
  • Tâmara Dornelas | Arquivo pessoal
    img
  •        
  • Palhaço Chocolate e Tâmara Dornelas | Arquivo pessoal
    img
  •        
  • Tâmara Dornelas | Arquivo pessoal
    img
  •        
  • Tâmara Dornelas | FOTO: André Ferreira
    img
  •        
  • Tâmara Dornelas | Arquivo pessoal
    img
  •        
  • Palhaço Chocolate e Tâmara Dornelas | Arquivo pessoal
    img
  •        

Tâmara Dornelas é recifense e formada na Escola de Dança do Teatro Municipal do Rio de Janeiro

Mais uma bailarina pernambucana ganha os palcos do mundo. Quem embarcou dessa vez foi a a Tâmara Dornelas, de 19 anos, formada em balé clássico pela Escola de Dança do Teatro do Rio de Janeiro. No meio da arte desde a infância, tendo como pai o ator Ulisses Dornelas, o famoso Palhaço Chocolate, a recifense partiu para a Áustria, onde está atuando no Euporaballet, em contrato de sete meses que vai até setembro.

Tâmara começou a dançar aos 3 anos, no Ballet Lúcia Helena D’angelo e aprimorou a técnica na Academia Studio de Danças, nas Graças. Aos 7 anos, participou do primeiro espetáculo da carreira, dirigido pelo pai, o musical Sonho de primavera. Também esteve no elenco das montagens A Bela Adormecida e A Branca de Neve.

Aos 16 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro para estudar na Escola de Dança do Teatro Municipal do Rio de Janeiro Maria Olenewa. O curso foi concluído em 2015. O próximo passo foi dedicação completa ao curso de Licenciatura em Dança, na UFRJ.

Já o convite para a EuropaBallet veio em janeiro, de forma inesperada. Tudo começou quando ela participou de um workshop com o professor Ricardo Scheir e foi premiada com um curso de férias na academia dele, em São Paulo, concorrendo com mais de 200 bailarinos.

 

 




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Histórias mágicas contadas através do balé clássico
    Histórias mágicas contadas através do balé clássico
  • A Bela Adormecida despertada pela Academia Fátima Freitas
    A Bela Adormecida despertada pela Academia Fátima Freitas
  • 50º espetáculo do Ballet Lúcia Helena D’Angelo
    50º espetáculo do Ballet Lúcia Helena D’Angelo

Deixe um comentário

Mensagem