Baile do Menino Deus Chega à 12ª edição
  • Juliana Siqueira - A cigana | FOTO: Gianny Melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Juliana Siqueira - A cigana | FOTO: Gianny Melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        
  • Baile do Menino Deus | FOTO: Gianny melo
    img
  •        

Uma série de personagens fantásticos da cultura popular nordestina celebram o nascimento de Jesus em grande espetáculo com dança, música e teatro ao ar livre, no Marco Zero

Baile do Menino Deus, uma Brincadeira de Natal, espécie de ópera popular de rua que reúne dança teatro e música ao vivo, chega à 12ª edição com apresentações gratuitas e ao ar livre nos próximos dias 23, 24 e 25, sempre às 20h, num palco especial montado na Praça do Marco Zero, no Recife (PE). A realização é da Relicário Produções, sob o comando da produtora Carla Valença, e texto e direção geral de Ronaldo Correia de Brito, com assistência de direção de Quiercles Santana.

No enredo, dois Mateus (palhaços populares do Nordeste), juntos a um grupo de crianças, tentam abrir uma porta para celebrar o nascimento do Menino Jesus, com o consentimento de Maria e José, em meio à aparição de personagens fantásticos como o Anjo Bom, o monstro Jaraguá (que nem é tão terrível assim), a Burrinha Zabilin, a Ciganinha, o Sol, a Lua e a Estrela. Nesta divertida e poética história em forma de cantata cênica, não surgem Papai Noel, pinheirinho enfeitado, renas, trenó ou boneco de neve, mas, sim, personagens do universo popular nordestino. Todos vêm para louvar o nascimento de Jesus.

Mas a jornada dos dois Mateus junto ao grupo de crianças é complicada. Primeiro porque a tal casa onde nasceu o menino é difícil de ser achada; e, segundo, porque ainda é preciso convencer José e Maria, pais do bebê, que a festa precisa ser feita como um grande baile que celebre a vida e a alegria. Com texto de Ronaldo Correia de Brito e Assis Lima, e trilha sonora de Antônio Madureira, eis aqui uma grande produção de teatro, dança e música para agradar a todas as famílias e, principalmente, a criançada. No elenco, além de atores, bailarinos e músicos profissionais, doze crianças participam cantando. São elas que ajudam os dois Mateus da trama a encontrar a porta de uma casa especial, onde nasceu Jesus, o Menino Deus. Tudo para festejar o Natal de um jeito bem brasileiro.

Nesta 12ª edição, contando com patrocínio da Prefeitura do Recife e da Rede, empresa do mercado de pagamento eletrônico que passa a ser parceira da produção neste ano, além do co-patrocínio do Governo do Estado de Pernambuco, o megaespetáculo comemora os 32 anos de criação deste texto, que é um dos mais representados em todo o país. Como uma verdadeira ópera popular de rua, vista por mais de 60 mil pessoas anualmente como principal atração cênica do Natal no Recife, a montagem traz no elenco principal Arilson Lopes (Mateus 1), Sóstenes Vidal (Mateus 2), Zé Barbosa (José), Isadora Melo (Maria) e o mágico Rapha Santacruz; um grupo de 11 bailarinos com destaque para Juliana Siqueira, Inaê Silva e Jáflis Nascimento; além dos cantores solistas Silvério Pessoa, Surama Ramos, Jadiel Gomes e Virgínia Cavalcanti.

Toda a trilha sonora é executada ao vivo por 14 músicos na orquestra regida pelo maestro José Renato Accioly, junto ao coro adulto com 13 cantores e coro infantil, coordenado este por Célia Oliveira, com 12 crianças cantoras. No total, contando com a equipe técnica, cerca de 200 pessoas trabalham na montagem, incluindo Marcondes Lima e Séphora Silva, responsáveis pelo cenário (com ele também assinando os figurinos); Játhyles Miranda na iluminação e Gera Cyber na maquiagem. E, assim, a festa acontece, numa celebração do Natal de um jeito bem nosso e em louvor ao nascimento do Menino Deus, símbolo do novo e da esperança de um mundo melhor! Sempre.




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Mostra Só Dança PE chega à terceira edição
    Mostra Só Dança PE chega à terceira edição
  • Caruaru ganha seu primeiro congresso de dança
    Caruaru ganha seu primeiro congresso de dança
  • Mundo ao redor da dança
    Mundo ao redor da dança

Deixe um comentário

Mensagem