Cão sem Plumas, da Cia. Deborah Colker, volta ao Recife
  • O Cão sem Plumas, Cia. Deborah Colker | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • O Cão sem Plumas, Cia. Deborah Colker | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • O Cão sem Plumas, Cia. Deborah Colker | FOTO: Cafi Cafi
    img
  •        
  • O Cão sem Plumas, Cia. Deborah Colker | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • O Cão sem Plumas, Cia. Deborah Colker | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • O Cão sem Plumas, Cia. Deborah Colker | FOTO: Divulgação
    img
  •        

O espetáculo ficará em cartaz nos dias 17 e 18 de março, no Teatro Guararapes 

Inspirado na obra do poeta pernambucano João Cabral de Melo Neto, a Cia. Deborah Colker (RJ) estreou o espetáculo “Cão sem Plumas” em junho do ano passado, no Recife. Após passagem por várias cidades brasileiras, a obra volta a ser apresentada em Pernambuco, nos próximos dias 17 (sábado), às 21h, e 18 (domingo), às 20h, no Teatro Guararapes, em Olinda.

Segundo a companhia, “Cão sem Plumas” é um espetáculo “híbrido”’, uma síntese de dança contemporânea, balé clássico e cinema, mostrando toda a força da plasticidade do poema de João Cabral”. O espetáculo é uma homenagem da coreógrafa Deborah Colker ao Rio Capibaribe, fruto de uma residência artística de sua companhia, que passou por cidades onde o rio corta.

A experiência, feita em parceria com o cineasta pernambucano Cláudio Assis, une o universo da dupla aos cenários tão característicos da obra do poeta João Cabral de Melo Neto. “O Capibaribe é um Rio intermitente, às vezes ele se esconde e quem sabe dorme. Aluvião quando da seca, seu leito é formado de areia, cascalho e lama. Quando chega a chuva, o rio reconquista seu espaço. Essa dança chama pela chuva”, diz um dos trechos do livro.

Assim, na performance, os bailarinos retratam a desigualdade brasileira, inspirados nas paisagens que corta o rio do agreste ao sertão, margeado por geografias humanas distintas. A direção musical é de Jorge Du Peixe e Berna Ceppas, além de contar com participação especial de Lirinha.

Os ingressos  custam entre R$ 30 e R$ 140, à venda na Bilheteria Digital, na bilheteria do Teatro e nas lojas Chilli Beans dos shoppings RioMar, Boa Vista, Recife, Plaza e Tacaruna. A censura é livre e o Teatro Guararapes fica no Centro de Convenções, na av. Prof. Andrade Bezerra, s/n, Salgadinho.

Além de Pernambuco, o espetáculo segue em turnê pelo Nordeste, passando também por Salvador (10 e 11/03), Maceió (14/03), Natal (20/03, Sobral (23/03), Fortaleza (24 e 25), João Pessoa (27/03) e Aracajú (29/03). Mais informações no site da companhia.




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Academia Fátima Freitas apresenta sua 13ª Mostra de Dança
    Academia Fátima Freitas apresenta sua 13ª Mostra de Dança
  • 11ª Sapatilhas no Forró homenageiam a Nando Cordel
    11ª Sapatilhas no Forró homenageiam a Nando Cordel
  • Quem é o mestre? Projeto apresenta experimentos sobre soberania e poder
    Quem é o mestre? Projeto apresenta experimentos sobre soberania e poder

Deixe um comentário

Mensagem