Dançando na Rua do Recife
  • Dançando na Rua / FOTO: Renata Melo
    img
  •        
  • Dançando na Rua / FOTO: Renata Melo
    img
  •        
  • Dançando na Rua / FOTO: Renata Melo
    img
  •        

No próximo domingo (26), os amantes da dança irão reviver o grande sucesso do Dançando na Rua, considerado um dos maiores projetos de dança de salão ao ar livre do país. Em sua nova temporada, o projeto volta a animar as tardes dominicais do Recife Antigo trazendo para os mais variados públicos apresentações de boleros, salsas, merengues, tangos, forrós e lambadas com a participação das escolas e grupos de dança de salão do Recife que dançarão embalados pelo som da orquestra Metais, do maestro Lima Neto, e orquestra Gafieira de Bamba, do maestro Spok.

O evento acontece a partir das 16h, na rua Vigário Tenório, no Bairro do Recife, e é promovido pela Secretaria de Turismo da Prefeitura da Cidade do Recife.  “Será uma tarde que vai entrar pela noite com muita festa”. É o que garante a idealizadora e coordenadora do projeto, a bailarina Andréa Carvalho. Além das apresentações, o público presente vai poder participar das aulas de dança de salão ministradas por dançarinos profissionais.  O Projeto Dançando na Rua surgiu na década de 90, época em que o bairro do Recife Antigo, na capital pernambucana, estava sendo revitalizado.

Foram sete anos consecutivos de apresentações e bailes todas às quintas-feiras, na rua Marquês de Olinda. Depois dessa lacuna, a programação voltou a ser exibida em 2011 com edições dentro do projeto viva Recife Antigo, na Praça do Arsenal. O projeto também já integrou o extinto circuito do frio nas cidades de Gravatá, Pesqueira, Taquaritinga do Norte e Triunfo, interior de Pernambuco.

Esse ano, diz Carvalho, já houve uma descentralização com o nome Dançando nos Bairros, também com incentivo da Prefeitura do Recife, com atividades de dança nos bairros da Macaxeira, Várzea, Alto Sta. Terezinha, Totó e Brasília Teimosa. “Nossa idéia é dar continuidade a essa descentralização do dançando na rua, levando para outras cidades pernambucanas e até em outros estados do país. Nessa nova temporada serão 21 edições, começando por essa apresentação do dia 26 e se estendendo até dezembro, sempre aos domingos.




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Caruaru ganha seu primeiro congresso de dança
    Caruaru ganha seu primeiro congresso de dança
  • Mundo ao redor da dança
    Mundo ao redor da dança
  • Pole dance made in Pernambuco é destaque em competições nacionais e internacionais
    Pole dance made in Pernambuco é destaque em competições nacionais e internacionais

Deixe um comentário

Mensagem