Designer cria tirinhas divertidas de balé
  • Raquel Salaro | FOTO: Acervo pessoal
    img
  •        
  • Tirinha de Estica a ponta
    img
  •        
  • Tirinha de Estica a ponta
    img
  •        
  • Tirinha de Estica a ponta
    img
  •        
  • Raquel Salaro | FOTO: Acervo pessoal
    img
  •        
  • Tirinha de Estica a ponta
    img
  •        
  • Tirinha de Estica a ponta
    img
  •        
  • Tirinha de Estica a ponta
    img
  •        

Também bailarina, Raquel Salaro traz humor no seu projeto “Estica a ponta”

Sabe aquelas situações engraçadas que sempre acontecem com as bailarinas em sala de aula? Elas inspiraram a designer e bailarina Raquel Salaro a colocar essas cenas no papel. Hoje, o Na Ponta do Pé conversou com a autora das famosas tirinhas do blog Estica a ponta.

Formada em publicidade na Universidade de Brasília e com pós-graduação em Design na Creative Circus, em Atlanta, Raquel entrou no mundo do balé em 2008, com 26 anos. “Sempre fui apaixonada por balé, mas fiz patinação artística dos 11 aos 21 anos. Quando larguei a patinação, não pensei duas vezes antes de começar as aulas. Muita gente me disse que era tarde para começar, mas eu criei coragem mesmo assim. Agora não consigo viver sem”. Hoje, Raquel dança na academia Daniela Amorim, em Brasília.

Foi na sala de aula do balé que a designer começou a reparar as situações engraçadas que sempre aconteciam com as amigas. Ia anotando mentalmente cada piada até que um dia resolveu desenhar e compartilhar com as colegas bailarinas algumas situações que passavam juntas. Fez tanto sucesso que decidiu compartilhar com outras pessoas também.

“O balé tem uma fama errada de ser muito sério e rígido. Olha o Cisne Negro, tem clima mais pesado do que a coitada da bailarina ao longo do filme?! Mas a gente que é bailarina sabe que o balé tem muito mais inspirações do que rigidez. Sempre me diverti muito com minhas amigas e aprendi a levar a dança de um jeito leve. E queria dividir esse lado divertido com outras bailarinas também. Foi por isso que resolvi começar o projeto divertido”, conta Raquel.

As inspirações para as tirinhas, além de virem do cotidiano, também surgem a partir de pesquisas em blogs de balé que a autora sempre segue. “É engraçado como as situações acabam se repetindo para várias pessoas. Por exemplo, no fim do ano estamos todas ensaiando e ninguém tem tempo de respirar. Foi dessa situação que surgiu a tirinha mais famosa do blog ‘Desculpa, não posso, tenho ensaio’”.

Hoje, além do blog, o facebook e instagram são os meios de divulgação das tirinhas. Só no facebook, mais de 20 mil pessoas são atingidas pelos desenhos com um retorno expressivo dos leitores. “Essa é a parte que mais me deixa animada com o projeto. Adoro ver todo mundo marcando amigas e amigos no facebook e dizendo: lembrei de você. Recebo mensagens fofas, comentários e sugestões de novas tirinhas por e-mail. Bailarinos são muito legais mesmo”.

Para o futuro, os planos são grandes. Raquel já está procurando editoras de livro interessadas nesse tipo de material. Além disso, a designer está criando uma linha de produtos para bailarinas e bailarinos que será lançada em 2016. Vamos continuar nos divertindo com as tirinhas e de olho nesses novos projetos.




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Fabiana Constantino

POSTS RELACIONADOS:

  • 50º espetáculo do Ballet Lúcia Helena D’Angelo
    50º espetáculo do Ballet Lúcia Helena D’Angelo
  • Studio de Danças apresenta o espetáculo Inspiração
    Studio de Danças apresenta o espetáculo Inspiração
  • Musical sobre Shrek ganha versão recifense
    Musical sobre Shrek ganha versão recifense

Deixe um comentário

Mensagem