Espetáculo do Studio Viégas de Dança leva o frevo para ruas do Recife
  • Entre Ruas | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Entre Ruas | FOTO: Dilon Vision
    img
  •        
  • Entre Ruas | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Entre Ruas | FOTO: Dilon Vision
    img
  •        

Entre Ruas tem a proposta de apresentar ritmo pernambucano em espaços públicos. A temporada vai de 05 de outubro a 18 de novembro 

Com a ideia de trazer a história, trajetória e o passo do frevo para as praças e ruas da capital pernambucana, o Studio Viégas de Dança montou o espetáculo Entre Ruas, que estará em temporada entre outubro (05, 06, 13 e 27) e novembro (10 e 18). Serão oito apresentações, que acontecerão em vários espaços públicos do Recife (PE).

Segundo o diretor do espetáculo, Junior Viégas, “Entre Ruas, é o frevo de ontem e de hoje. É nossa história cada vez mais viva e vivida pela cidade”. Com programação gratuita, a obra passará pelas ruas da Imperatriz, Velha, do Apolo e Bom Jesus, no Largo de Santa Cruz, Pátio do Terço e nas praças Maciel Pinheiro e do Diário, locais onde aconteciam os concursos de passistas que revelaram mestres do frevo, como Nascimento do Passo, Sete Molas, Egídio Bezerra e Coruja.

A montagem foi criada a partir de uma pesquisa com base no filme Olha o Frevo, de Rucker Vieira, e em fotografias dos acervos da Fundação Joaquim Nabuco, Casa do Carnaval, Museu da Cidade do Recife e Paço do Frevo. Com incentivo do Funcultura, a proposta é preencher os espaços públicos da cidade do Recife com dança e história, mergulhando no passado, quando o frevo teve suas primeiras aparições e resistência, enfatizando as décadas de 40, 50 e 60.

Estarão em cena os bailarinos Arylson Matheus, Bhrunno Henryque, Fiia Cachinhos, Gabriela Carvalho, Jonathan Carneiro, Júnior Souza, Júnior Viégas e Stephany Santiago, com figurinos de Djalma Rabelo. A coreografia é assinada por Alexandre Macedo, responsável também pelas músicas do espetáculo. “A trilha sonora passeia pela musicalidade que deu origem ao frevo e acompanha a evolução do ritmo, no que se refere à criação dos estilos do frevo”, diz Alexandre.

E para contar o desenvolvimento da dança com muita dança no pé, as músicas vão do maxixe ao dobrado marcial, passando pela marchinha, frevo de rua, frevo de bloco e frevo canção. Antes do espetáculo, serão oferecidas oficinas de frevo com conteúdo teórico-prático para o público infantil e juvenil, ministradas por Júnior Viégas nos locais das apresentações. Informações: (81)99900.9145.

Programação 

Praça Maciel Pinheiro
5 de outubro, às 17h.

Rua da Imperatriz
6 de outubro, às 10h.

Rua Velha
13 de outubro, às 10h

Praça do Diário
13 de outubro, às 16h

Largo de Santa Cruz
27 de outubro, às 10h

Pátio do Terço
10 de novembro, às 10h

Rua do Apolo
10 de novembro, às 16h

Rua do Bom Jesus
18 de novembro, às 16h




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Aline Antunes

POSTS RELACIONADOS:

  • Festival audiovisual de dança em cartaz no Recife
    Festival audiovisual de dança em cartaz no Recife
  • 23º Festival de Dança do Recife divulga programação de espetáculos, oficinas (gratuitas) e debates
    23º Festival de Dança do Recife divulga programação de espetáculos, oficinas (gratuitas) e debates
  • Em turnê pelo Brasil, Moscow Ballet Company On Ice apresenta Cinderela e O Lago dos Cisnes
    Em turnê pelo Brasil, Moscow Ballet Company On Ice apresenta Cinderela e O Lago dos Cisnes

Deixe um comentário

Mensagem