13º Festival Estudantil de Teatro e Dança

Categoria:

  • Amor solitário | FOTO: flora Negri
    img
  •        
  • Amor solitário | FOTO: flora Negri
    img
  •        
  • Ubanco | FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        
  • Último tango | FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        
  • Amor solitário | FOTO: flora Negri
    img
  •        
  • Amor solitário | FOTO: flora Negri
    img
  •        
  • Ubanco | FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        
  • Último tango | FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        

Festival reúne jovens para mostrarem seus trabalhos de artes cênicas, até este domingo (31)

Neste final de semana, chega ao fim o 13º Festival Estudantil de Teatro e Dança, evento realizado desde o dia 19 de agosto, no Teatro Apolo, na Rua do Apolo, 121, Bairro do Recife.  Com produção de Pedro Portugal, os ingressos da mostra custam sempre R$ 10 (preço único promocional). Mais informações: (81) 3355.3321. 

PROGRAMAÇÃO: 

Nesta sexta-feira (dia 28 de agosto), às 19h, Gota d’Água – Fragmentos e Outras Canções (VI Turma de Iniciação Teatral Cênicas Cia. de Repertório – Recife/PE)

Texto: livre adaptação da obra “Gota d’Água”, de Chico Buarque. Adaptação e direção: Antônio Rodrigues. Nesta adaptação da tragédia grega “Medéia”, a protagonista aqui se transforma na sofrida e vingativa Joana, abandonada por um Jasão prestes a se casar com a filha do dono dos imóveis do conjunto habitacional onde a história se passa. Com trilha sonora ao vivo, a peça une ao mito o samba e os ritos das religiões africanas.

Neste sábado (dia 29 de agosto), às 16h, A Menina Que Buscava o Sol (Núcleo de Pesquisa Cênica de Pernambuco e Conselho Escolar Professora Amélia Coelho – Vitória de Santo Antão)

Texto: Maria Helena Kühner. Direção: Thamiris Mendes e Wedson Garcia. Nesta montagem direcionada às crianças, a história de Putz, uma menina que não quer ter sua cor imposta e para escolher as cores que quiser, atravessa os reinos da terra, do ar, do fogo e das águas em busca do Sol, que possui todas as cores juntas. No caminho, vai se deparar com estranhos habitantes e suas escolhas de vida.

Também neste sábado (dia 29 de agosto), às 20h, Um Carnaval do Princípio ao Fim (Oficina de Atores – Recife/PE)

Texto: releitura da obra de Millôr Fernandes. Direção: Rodrigo Cunha. A peça, uma releitura da obra “O Homem do Princípio ao Fim”, aponta vários aspectos do ser humano e sua trajetória ao longo dos tempos, numa colagem de textos de diversos outros autores, como Bertolt Brecht e Molière, entre outros, com viés carnavalizado, pois tudo se passa no período momesco.

E neste domingo (30 de agosto, no encerramento do Festival), programação de Dança, a partir das 17h, reunindo coreografias de diversos estilos, de 3 a 10 minutos cada, que vão do afro ao moderno e contemporâneo, do ballet clássico ao tango e o frevo rasgado. Participam a Cia. de Dança e Teatro Luardat, Elo Grupo de Dança, Aria Social, Pantomima Grupo de Dança, Grupo NAP de Dança, Grupo Arte em Movimento, Equipe de Dança e o Studio Viégas de Dança.

Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Documentário sobre a brasileira Cia Ballet de Cegos estreia no Festival de Cinema de Los Angeles (EUA)
    Documentário sobre a brasileira Cia Ballet de Cegos estreia no Festival de Cinema de Los Angeles (EUA)
  • Festa da cultura de Israel é apresentada no Tabernáculos, o musical
    Festa da cultura de Israel é apresentada no Tabernáculos, o musical
  • Poesia de Leve dança em Garanhuns (PE)
    Poesia de Leve dança em Garanhuns (PE)

Deixe um comentário

Mensagem