Baila na Crise | Grupo Experimental e Coletivo Pomba Gira 24 (PE)

Categoria:

  • Breguetu - Grupo Experimental | FOTO: Rogério Alves
    img
  •        
  • Breguetu | FOTO: Rogério Alves
    img
  •        
  • Breguetu | FOTO: Rogério Alves
    img
  •        
  • Breguetu | FOTO: Camila Sergio
    img
  •        
  • Breguetu | FOTO: Camila Sergio
    img
  •        
  • Elégùn | FOTO: Paulo Pret
    img
  •        
  • Elégùn | FOTO: Paulo Pret
    img
  •        
  • Elégùn | FOTO: Paulo Pret
    img
  •        
  • Elégùn | FOTO: Paulo Pret
    img
  •        
  • Elégùn | FOTO: Paulo Pret
    img
  •        

Artistas se unem contra a crise com programação de cinco dias em espaço alternativo

Pensando na urgência de resgatar a cultura em meio à crise, o Grupo Experimental, em parceria com o Coletivo Pomba Gira 24, convidou artistas da cidade para compor programação de evento que ganhou o nome de “Baila na Crise”. O projeto, de iniciativa dos próprios artistas e sem apoio governamental ou privado, começou no último dia 01 de outubro e vai prosseguir pelos próximos dias 2, 3, 9 e 10, às 20h, com obras de dança, performances e dança-teatro de oito grupos, na sala de espetáculos do Espaço Experimental, no Recife Antigo.

A ideia é voltada às novas criações, obras em processo, trabalhos consolidados e rodas de conversas, criando pautas para artistas independentes e grupos da cidade, abrindo a possibilidade de manter os trabalhos vivos e um espaço para diálogo com o público. A programação será aberta pelo espetáculo “Breguetu”, do Grupo Experimental, anfitrião da casa.

E no último dia os artistas convidados participarão do experimento cênico “Elégùn, um corpo em trânsito”, com uma vivência introdutória que terá como resultado contribuição com a própria obra. Os ingressos custam R$20 (inteira), R$10 (meia) e poderão ser adquiridos no local.Mais informações pelos telefones: (81) 3224.1482,  99857.4837 e 99197.6276.

PROGRAMAÇÃO:
1º de outubro: “Breguetu” – Grupo Experimental
2 de outubro: “Ensaio sobre mi madre” – Janaína Gomes
“Berceuse” – Pollyanna Monteiro (D’Improvizzo Gang – DIG)
3 de outubro: “Solo para Várias Vozes – Conrado Falbo (Coletivo Lugar Comum)
“Dor de Pierrot: 80 aos pedaços” – Gardênia Coleto
9 de outubro: “Meia Noite” – Orun Santana
“Na malandragem do Feminino” – Rebeca Gondim
10 de outubro: “Elégùn, um corpo em trânsito” – Jorge Kildery (Coletivo Pomba Gira 24)

Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Documentário sobre a brasileira Cia Ballet de Cegos estreia no Festival de Cinema de Los Angeles (EUA)
    Documentário sobre a brasileira Cia Ballet de Cegos estreia no Festival de Cinema de Los Angeles (EUA)
  • Entre passos e sombrinhas
    Entre passos e sombrinhas
  • Dinamismo e precisão nos clicks da dança
    Dinamismo e precisão nos clicks da dança

Deixe um comentário

Mensagem