Boa noite, Cinderela

Categoria:

  • Boa noite, Cinderela / Foto: Souza Junior
    img
  •        
  • Boa noite, Cinderela / Foto: Diego Linard
    img
  •        
  • Boa noite, Cinderela / Foto: Souza Junior
    img
  •        

O projeto Dança Cariri: Estreitando Laços aporta no Recife, com a apresentação do espetáculo Boa noite, Cinderela e a realização de uma oficina aberta para bailarinos e professores de dança em atuação na capital pernambucana. As inscrições para participar da oficina têm início nesta sexta (07), ministrada pelos bailarinos e pelo coreógrafo do grupo artístico cearense Alysson Amancio Companhia de Dança na próxima quinta, dia 13 de junho, das 10h às 13h, na sede da Compassos Cia. de Danças, na Rua da Moeda, Recife Antigo.

“A proposta da oficina é a interação direta entre os participantes, objetivando o estreitamento de laços e o prolongamento destas relações”, diz o coreógrafo Alysson Amancio. Informações e inscrições pelos telefones (81) 4101.1640 ou (81) 9212.9791. O espetáculo será encenado no mesmo dia, dia 13 de junho, às 19h, no Teatro Arraial, na Rua da Aurora. Ao todo serão percorridas 11 cidades do Norte e Nordeste, com 20 apresentações.

A Alysson Amancio Companhia de Dança, grupo de dança contemporânea de Juazeiro do Norte, interior sul do Ceará, desde 2006 vem atuando continuamente em diversas ações formativas e produções artísticas no seu estado. Com o projeto Dança Cariri: Estreitando Laços, aprovado pela Funarte, realiza sua primeira turnê pelo Norte e Nordeste do Brasil e vai fazer um total de 20 apresentações e dez oficinas, percorrendo as cidades de Macapá, Belém, São Luiz, Teresina, Natal, João Pessoa, Campina Grande, Natal, Maceió, Recife e Salvador.

O espetáculo Boa noite, Cinderela, que estreou em maio de 2012, é o mais recente trabalho do grupo. A produção busca refletir comportamentos como o desprezo, a falsidade e mergulha na fronteira tênue entre a vida cotidiana e as pequenas e grandes traições e decepções. Provocações que colocam o público diante da questão que guia a criação: onde anda o amor, a amizade e a delicadeza na contemporaneidade?

“Circular com um espetáculo de dança ainda é algo bastante caro no Brasil. A escolha das cidades supracitadas para a primeira turnê nacional da companhia deve-se ao fato de que, apesar destes estados serem relativamente próximos, lamentavelmente, ainda ocorre um desconhecimento das produções criadas nestas regiões e a reciprocidade disto”, diz Alysson Amancio. Ele conta que, muitas vezes, no interior do Ceará, público e profissionais da dança têm mais acesso às produções cariocas e paulistanas do que às criações nordestinas e nortistas.

Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Dança e batucada de Petrolina
    Dança e batucada de Petrolina
  • Uma noite de balé clássico
    Uma noite de balé clássico
  • Bailarinos transformam aeroporto em palco
    Bailarinos transformam aeroporto em palco

Deixe um comentário

Mensagem