Cangoma

Categoria:

  • Cangoma / FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        
  • Cangoma / FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        
  • Cangoma / FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        
  • Cangoma / FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        

Para comemorar seus 14 anos, a Criart Cia. de Dança (PE) apresenta o espetáculo Cangoma, uma fusão entre o popular e o contemporâneo para mostrar a alegria afro

Lançado no ano passado, a Criart comemora seus 14 anos com apresentação de Cangoma. Sob direção da coreógrafa  Paula Azevedo, os tambores vão fazer a festa no próximo dia 31, às 19h30, no Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu (Recife -PE).  Com mais de 11 montagens ao longo de sua história, Paula conta que a ideia de Cangoma é mostrar a alegria do afro, que repercute nas festividades da nossa terra.

“Já havíamos explorado a influência africana em outros espetáculos, como em Orum Aiê, que teve mais uma abordagem histórica e religiosa. Mas queria trazer também a festa dos seus tambores para o palco”, explica. E os batuques entram em cena ao vivo em vários trechos do espetáculo, numa interação entre dança e música ao vivo, tocada pelos próprios bailarinos para expressar a multiculturalidade. A fusão de ritmos, inclusive, é uma forte característica da companhia, que se inspira nas diversas manifestações populares para criar novos passos.

A união pode ser de movimentos do frevo, maracatu, forró, contemporâneo e mais possibilidades que a dança permitir. A referência é a diversidade do popular, mas com alinhamentos diferenciados, já o propósito da Criart é uma linguagem para os palcos. “Podemos contar uma história africana, mas há elementos do caboclinho, ciranda e até do balé clássico, sem rotular os passos por estilos”, esclarece a coreógrafa.

Com cerca de 40 minutos de duração, Cangoma é mais um exemplo dessa riqueza cultural, ilustrada pelos passos de mais de 15 bailarinos pernambucanos. No mesmo dia, a Criart vai contar ainda com a participação da Companhia Infantil Criart e da Faces Ocultas Companhia de Dança de Salto (SP), além de abrir a noite com coreografia Tuxau Abá, um marco na trajetória da companhia. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Mais informações: (81) 3011.0487.

Confira trechos do espetáculo no nosso canal!

Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Da energia à ação
    Da energia à ação
  • Mostra de dança itinerante no sertão
    Mostra de dança itinerante no sertão
  • Documentário sobre a brasileira Cia Ballet de Cegos estreia no Festival de Cinema de Los Angeles (EUA)
    Documentário sobre a brasileira Cia Ballet de Cegos estreia no Festival de Cinema de Los Angeles (EUA)

Deixe um comentário

Mensagem