Cena CumpliCidades Festival Internacional de Dança (PE)

Categoria:

  • Contraespaço | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Burning | FOTO: Florent Drillon Adami
    img
  •        
  • Immersion | FOTO: Alain Fleischer
    img
  •        
  • Je te Haime | FOTO: Olivier Goirand
    img
  •        
  • Kriya | FOTO: Igor Gazatti
    img
  •        
  • Teodiero | FOTO: Judit Rodriguez
    img
  •        
  • Tordre | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Burning | FOTO: Florent Drillon Adami
    img
  •        
  • Immersion | FOTO: Alain Fleischer
    img
  •        
  • Je te Haime | FOTO: Olivier Goirand
    img
  •        
  • Kriya | FOTO: Igor Gazatti
    img
  •        
  • Teodiero | FOTO: Judit Rodriguez
    img
  •        
  • Tordre | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Contraespaço | FOTO: Divulgação
    img
  •        

Sexta edição do evento reúne dança, música, teatro e artes visuais. No Recife e Olinda, acontece de 29/10 a 08/11

O Cena CumpliCidades Festival Internacional de Dança, pela sexta edição, traz uma programação artística com foco na dança, mas integrando também música, teatro e artes visuais. No Recife, com apresentações nos teatros Marco Camarotti e Santa Isabel, e em Olinda, que trará programação gratuita no Sítio Histórico, o evento acontece de 29 de outubro a 08 de novembro. Em 2015, o festival passa também por Buenos Aires, na Argentina, e João Pessoa (PB).

A programação do Cena CumpliCidades, apresenta-se como uma plataforma de estímulo ao estabelecimento de uma rede de difusão, voltada para o desenvolvimento da produção artística. O evento traz apresentações locais e internacionais, como da França, Suíça, Espanha, Coréia, Argentina e Finlândia, com a proposta de fazer um intercâmbio cultural entre as cidades e países. O evento organiza ainda a turnê brasileira da Companhia Carolyn Carlson em 2015.

Nos teatros do Recife, os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), à venda antecipadamente no Eventick e nas bilheterias dos teatros duas horas antes dos espetáculos. Mais informações no site do festival. Abaixo, confira a programação completa!

RECIFE

Quinta-feira (29/10)
TEATRO MARCO CAMAROTTI
>> Tordre,  Rachid Ouramdane (França), às 20h
Dois solos, duas presenças solitárias que nunca se encontram, mas coexistem no mesmo espaço-tempo. Numa imersão íntima e modesta, o coreógrafo quer apreender o invisível, o que o gesto conta por si mesmo sobre o que nós somos, com o desejo de nos deixar vislumbrar o que é a realidade que expressa o dançarino, que se torna o próprio autor de sua dança.
Duração: 1h10| Classificação: Livre

Sexta-feira (30/10)
TEATRO DE SANTA ISABEL
>> Immersion, Cia Carolyn Carlson (França), 20h
Carolyn Carlson, a eterna “senhora água”, mergulha na fluidez, presença intensa de profundezas insondáveis da água. Ela oferece ao público uma visão fascinante da dança dirigida pela força da vida deste elemento natural.
+
Burning, Carolyn Carlson (França) e Won Myeong Won (Coreia)
Para Carolyn Carlson a criação de um solo é antes de tudo um diálogo íntimo, sem explicação, sem palavras, em busca da nota final do gesto único e puro. Assim, Carolyn criou Burning para esse excepcional bailarino coreano.
Duração: 44 min | Classificação: a partir de 8 anos.

Sábado (31/10)
TEATRO MARCO CAMAROTTI
>> ApersonA, Cia Ioannis Mandafounis/Mamaza (Suíça), às 20h
Ioannis Mandafounis se inspira no “recitativo”, que geralmente significa a parte de uma obra instrumental descritiva ou dramática; e, na música dramática, o canto é entoado livremente, e a melodia e o ritmo seguem as inflexões naturais da frase falada. Transposto ao campo da dança, o recitativo constitui o quadro de ApersonA como um princípio fundamental.
Duração: 55 min | Classificação: Livre

Domingo (01/11)
TEATRO DE SANTA ISABEL
>> N(own)ow, Blue Poet D.T.(Coreia), às 20h
Criado pelo coreógrafo coreano Hyoseung YE, N(own)ow mostra homens trancados em uma sala. Homens objeto, homens sujeitos, homens simplesmente, com suas fraquezas, mas não sem forças, com pudor, mas não sem libido. Alternando entre o sexy e o divertido, o viril e a desilusão em um espetáculo reconfortante de amor aos homens.
Duração:1h | Classificação: 14 anos

Quarta-feira (04/11)
TEATRO MARCO CAMAROTTI
>> La Wagner, Pablo Rotemberg (Argentina), às 20h
Em La Wagner, quatro mulheres, como quatro Valquírias, montam-se sob a música de Richard Wagner para denunciar estereótipos e preconceitos associados à feminilidade, violência, sexualidade, erotismo e pornografia. E por que unir o seu propósito com música e figura de Wagner? Porque não há existido outro compositor mais polêmico. Sua música é das mais prodigiosas (e sensuais) que já se escreveu. Mas o seu antissemitismo feroz o condenou e a apreciação de sua música sofreu as consequências. O espetáculo coloca para rodar juntos estes dois universos, onde a provocação entrará em contato com o sublime, o irreverente com o consagrado.
Duração: 1h | Classificação: 18 anos

Quinta-feira (05/11)
TEATRO MARCO CAMAROTTI
>> Kyria, Fernanda Lisboa (Pernambuco-Brasil), às 20h
Inspirado em técnica de respiração voltada para limpeza do corpo e mente, o solo KRIYA, mostra a metamofose de um corpo inerte e sem autonomia, em um corpo livre e cheio de possibilidades. Duração:15 a 20 min | Classificação:Livre

>> Je te haime, Cia HURyCAN (Espanha)
Je Te Haime é baseado na expressão física. É um trabalho que questiona os limites da comunicação fundamental através do movimento. Propicia uma relação com o espectador e a própria existência dos artistas em um espaço comunicativo, aberto à imaginação e às emoções.

OLINDA
(Programação gratuita)

Coletivo Eu Passarinho (Pernambuco – Brasil)
O Coletivo Eu Passarinho é um encontro artístico nascido da poesia de duas amigas cacheadas e um artista dos mares. Adélia e Amanda são estudantes de Artes Visuais e tem em comum a pesquisa e o apreço por trabalhos manuais. Arlindo, senhor dos mares e das birras, é pai de uma e grande amigo da outra. O Coletivo oferece remédios para cura de insensibilidade, grosseria, desamor e apatia com suas ferramentas maiores: o papelão, as cores e a poesia, servindo sempre como suporte para nossas criações e oficinas. Palavra avoada, papelão de poesia e imagin(ar) são algumas das provocações poéticas para os coraçõezinhos amantes da arte.

PRAÇA DO CARMO
Exposição Bichos Fantásticos
Sábado e domingo, 31/10 e 01/11, das 16h às 19h

Oficina papelão de poesia e pipa avoada  
Domingo, 31/10, das 10h às 12h

Oficina para a palavra e imagin (ar) 
*Domingo, 31/10, das 14h às 17h

Passarinhando cumplicidades / Maratona de histórias + Exposição Bichos Fantásticos 
Domingo, 31/10 das 15h às 20h

ALTO DA SÉ
Conexão com o show das Fadas Magrinhas + Exposição Bichos Fantásticos
Sábado, 07/11, das 15h às 18h

PRAÇA DO CARMO
Sábado, 07/11
Sasquaravana“Projeto Independente de Circulação e Difusão de Música Autoral”
>> Sasquat Man (Olinda – Brasil), das 14h às 22h
Sasquat Man apresenta na Sasquaravana músicas autorais com sonoridades elaboradas que transitam pelo afro-beat, samba-rock, ska, trip-hop e guaracha. A iniciativa difundi trabalhos autorais musicais e artísticos, além de abrir espaço também para as diversas expressões da arte urbana ao utilizar plataformas inusitadas e irreverentes para exposições de graffiti, apresentações circenses, teatrais, danças, saraus e exibições audiovisuais.

Domingo, 08/11
Cena Aberta PROJETO ASSOCIADO
>> Caravana Tapioca e artistas convidados (Pernambuco – Brasil), das 15h às 17h
Um palco aberto na praça e dois apresentadores excêntricos que convidam o público a se apresentar naquele momento. Circenses, músicos, poetas, atores, dançarinos e até mesmo pessoas que nunca se apresentaram em público, todos estão convidados a fazer sua performance nesse dia. O palco aberto premiará os preferidos da plateia distribuindo prêmios do fabricante de materiais circenses DYM.

>> Te Odiero- Cia Hurycan (Espanha), às 17h30

>> Cavaco e sua Pulga Adestrada-Caravana Tapioca (Pernambuco – Brasil), às 18h

ALTO DA SÉ
Sábado, 07/10 
>> Matraquinhas em Ação – Um Bate-papo radiofônico! Mariane Bigio e Cláudia Bettini (Pernambuco – Brasil), às 15h

>> As Fadas Magrinhas (Pernambuco – Brasil), às 16h

>> João Paulo Albertim-Toca Pernambuco (Pernambuco-Brasil), às 18h

>> Orquestra Contemporânea de Olinda (Pernambuco- Brasil), às 19h

Domingo, 08/10 
>> Te Odiero – Cia Hurycan (Espanha), às 15h

>> Luzia no caminho das águas -Grupo Engenho de Teatro (Pernambuco – Brasil), às 16h30

>> Samba de uma vida só-Carlo Gill e banda (Pernambuco- Brasil), às 18h

Canto Aberto
Encontro de Corais, na
Escadaria da Igreja da Misericordia
Domingo, 08/11, das 16h às 18h

Caminhada Cultural
Atrelando atividade física à cultura, história e arquitetura, a ação conta com a participação da equipe de personal trainne da Nteam e monitores de turismo.
Saída: Praça do Carmo
Domingo, 08/11, às 15h

Circuito Cumplicidades de Ateliers
Saída das vans: Biblioteca Pública de Olinda – Praça do Carmo
Dias: 31/10 e 01,07,08/11
Horário: 15h às 19h

*Programação sujeita a alterações

Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Na Ponta do PÉ até de nove meses
    Na Ponta do PÉ até de nove meses
  • Oficinas de dança na quinta edição do Reciclarte
    Oficinas de dança na quinta edição do Reciclarte
  • Dançando na Rua do Recife
    Dançando na Rua do Recife

Deixe um comentário

Mensagem