Oficinas da Compassos Cia. de Danças (PE)

Categoria:

  • Compassos Cia. de Danças | FOTO: Diego Melo
    img
  •        
  • Compassos Cia. de Danças | FOTO: Diego Melo
    img
  •        
  • Três mulheres e um bordado de sol| FOTO: Rogerio Alves
    img
  •        
  • Três mulheres e um bordado de sol | FOTO: Rogerio Alves
    img
  •        
  • Três mulheres e um bordado de sol| FOTO: Rogerio Alves
    img
  •        

De 12 a 25 de janeiro, a companhia pernambucana oferece seis oficinas, entre dança popular, contemporânea e balé clássico   

A Compassos Cia. de Danças (PE), companhia de dança-teatro com mais de 20 anos de estrada, abre as portas da sua sede, na Rua da Moeda, no Recife Antigo, para uma série de atividades que vão ocupar o espaço de 12 a 25 de janeiro. São seis oficinas oferecidas para profissionais e para o público geral, num total de seis opções para mergulhar no universo das danças populares, clássicas e contemporâneas.

Com carga horária de 20 horas e investimento de R$ 300, de 19 a 24 de janeiro serão realizadas três oficinas para todos os interessados. Entre elas, a de Improvisação em dança: cartografias de um corpo em trânsito, das 9h às 13h, tendo como professor convidado o coreógrafo, bailarino e professor de dança-teatro e dança contemporânea Kiran de Souza, fisioterapeuta pós-graduado em Fisiologia do Exercício e em Dança como Prática Terapêutica.

A de Dança-teatro será das 14h às 18h, ministrada pelo criador da Compassos, Raimundo Branco, que é diretor, coreógrafo, bailarino e ator. Já a de Clássico, contemporâneo e conceitos de anatomia para dança, das 9h às 13h, será comandada pelo bailarino, coreógrafo, instrutor de Pilates e fisioterapeuta Luiz Roberto.

Produzida pela Papelão Produções e Terreiro Produções, há também a oficina Butoh-MA, de 12 a 17 de janeiro, com o mestre Tadashi Endo, que foi aluno do grande dançarino de Butoh Kazuo Ohno. Será das das 15h às 19h, mas todas as vagas já foram preenchidas.

Para os artistas profissionais em atuação na capital pernambucana, são disponibilizadas oficinas com inscrições são gratuitas, como a de Capoeiranças: improvisação, capoeira e dança, de 12 a 18 de janeiro, das 9h às 14h. Ministrada pela professora da UFPE, pesquisadora e bailarina Gabriela Santana, a ideia é propor um conjunto de procedimentos em dança (dinâmicas, jogos e vivências), que são lançados para a investigação de estados corporais de presença cênica e energia do bailarino via capoeira e através da improvisação.

Já nos dias 17, 18, 24 e 25, a Compassos recebe o Mestre Caíca (professor Sérgio Senna), formado em História pela UFRPE e responsável pelo grupo de capoeira Herança de Angola (Olinda/PE), na oficina Música para capoeira: um ritual de presença. Estas atividades fazem parte do projeto de manutenção anual das atividades artísticas realizadas pela Compassos Cia. de Danças no aprofundamento da pesquisa prático-teórica “A dança do cotidiano”, com incentivo do Funcultura.

Ainda fazendo parte das atividades no mês de janeiro da companhia, no dia 25 haverá uma apresentação aberta ao público na Rua da Moeda com uma roda de berimbau e a encenação do espetáculo “Passo”. Foi unindo memórias e movimentos do estudo do elenco sobre a capoeira, o frevo, a dança contemporânea e a dança-teatro que inspiram as pesquisas da companhia, que a Compassos concebeu a montagem. A direção é do coreógrafo Raimundo Branco, com contribuições dos intérpretes-criadores Gervásio Braz, Marcela Aragão, Marcela Felipe e Patrícia Costa.

Mais informações e inscrições pelo e-mail cia.compassos@gmail.com ou pelos telefones (81) 4101.1640 e 8655.2002.

Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Pontas de Pernambuco na Alemanha
    Pontas de Pernambuco na Alemanha
  • Sobre a comunicação entre as pessoas
    Sobre a comunicação entre as pessoas
  • 22º Janeiro de Grandes Espetáculos
    22º Janeiro de Grandes Espetáculos

Deixe um comentário

Mensagem