Festival audiovisual de dança em cartaz no Recife
  • André Aguiar | FOTO: Rayanne Moraes
    img
  •        
  • André Aguiar | FOTO: Rayanne Moraes
    img
  •        
  • André Aguiar | FOTO: Rayanne Moraes
    img
  •        
  • André Aguiar | FOTO: Rayanne Moraes
    img
  •        

As exibições do Guiar, Festival Internacional de Screendance, acontecem nos cinemas São Luiz e Fundação Joaquim Nabuco, até o próximo sábado (13)

GUIAR, Festival Internacional de Screendance está em cartaz até o próximo sábado (13), nos cinemas São Luiz, no bairro da Boa Vista, e no cinema da Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ), no bairro do Derby. Os curtas em exibição são divididos em mostras competitivas e não competitivas. O evento conta ainda com debates e apresentações artísticas online e presencial. O GUIAR é o primeiro festival exclusivamente de screendance a transmitir filmes de danças e performances online no Brasil.

‘’O nome do festival foi inspirado nas pessoas que se guiavam através das estrelas para encontrar seu caminho. Acredito que grandes estrelas e profissionais vão passar por este evento e irão inspirar muitas pessoas a imaginar direções para suas vidas. A palavra screendance abraça todas as interações da dança na tela. O público vai poder assistir à interação de filmes, games e softwares inovadores de dança”, explica o idealizador do evento, o bailarino e designer de moda André Aguiar.

Dentre os curtas competitivos, serão avaliadas obras de 40 diretoras, 47 diretores e 2 coletivos de 28 países. O Júri oficial é composto por Anita Almeida, Guilherme Schulze e Nina Velloso, Cintia Lima, Thiago das Mercês e Marco Bonachela. O festival prioriza exibir curta metragens porque apesar da interdisciplinaridade do audiovisual com a dança acontecer desde os primeiros experimentos de criação do cinema, ainda é rara a produção nacional de screendances em longa metragem.

Antes das sessões haverá as apresentações cênicas: ‘’Zigoto’’ de Patrícia Pina Cruz, “A parte de um todo’’ de Eric Valença e “ämämä mämäm’’ de André Aguiar, estes dois últimos serão transmitidos online em parceria com a faculdade Aeso. As coreografias que serão apresentadas com o apoio de Heloísa Duque, chefia de dança da Fundação de Cultura do Recife, e desfile de moda em parceria com Senac e Marco Pernambucano da Moda.

O festival conta com sessão com audiodescrição, tradutores de libras e legendas em português e inglês. Haverá ainda votação através da página do evento no Facebook para escolher qual curta irá está em cartaz em sessão extra nos cinemas São Luiz e da Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ). O valor dos ingressos para conferir o projeto é de R$ 5,00 (preço único), no Teatro São Luiz, e de R$ 2,00 (meia) e 4,00 (inteira) na FUNDAJ. Mais informações no site do GUIAR.

PROGRAMAÇÃO

MOSTRA COMPETITIVA

Dia: 11/10 (quinta-feira)
Hora: 19h as 22h
Onde: Cinema São Luiz – Rua da Aurora, 175, Boa Vista (Recife-PE)
Apresentação artística: Eric Valença – Coreografia: A parte de um todo (transmissão online) das 19h às 19h15

Sessão 1 I 01’h26”
Competing for Sunlight: Oak / Dagmar Dachauer (Áustria/Bélgica,2017, 6’05’’)
Anda Luz / Daniela Guimarães (Brasil/BA, 2016, 11’)
Del migra / Cándido Pérez de Armas (Espanha,2017, 8’19’’)
Tensity / Konrad Kult (Polônia, 2018, 10’20’’)
Novalis / Qing Piao (China/França, 2018, 4’46’’)
Osmosis / George Tampakakis (Grécia, 2018, 5’40’’)
Veer / Mariama Slåttøy & Sveinung Gjessing (Noruega, 2017, 7’)
Vanitas / Vinicius Cardoso (Brasil/SP, 2017, 6’)
Platform 13 / Camiel zwart (Países Baixos, 2015, 13’51’’)
Confluence I / Davide De Lillis (Alemanha/ Índia,2014, 8’45’’)

Sessão 2 I 01’22”
Competing for Sunlight: Ash / Dagmar Dachauer (Áustria/Bélgica,2017, 4’43’)
Catch me / Fenia Kotsopoulou (Grécia,2017, 3’29’’)
Lines / Nikita Maheshwary (Índia, 2016, 1’45’’)
Two mowiments / Michel Schettert (Brasil/DF, 2017, 7’32’’)
Acorda / Movimento Ocupe Estelita (Brasil/PE, 2015, 6’43’’)
“Coplillas” for Bombay / Jaume Miranda (Espanha, 2018, 14’54’’)
Tongue tied shrews / Sherah Shipman (EUA, 2018, 3’45’’)
Counter//balance / Anuradha Rana (EUA,2018, 6’50’’)
Portrait de Deux / Ennya Larmit (Países Baixos, 2018, 05’41’’)
Formidable Dreams – Part 1’ / Sara Zalek & Eugene Sun Park (EUA, 2018, 11’41’’)
Gatha / Chenglong Tang (China, 2018,15’49’’)

Dia: 12/10 (sexta feira)
Hora: 19h as 22h
Onde: Cinema São Luiz – Rua da Aurora, 175, Boa Vista (Recife-PE)
Apresentação artística: Januária Finizola – Coreografia: Rito das 19h às 19h15

Sessão 1 I 01’h02”
Yin and Yang / Olga Guse (Alemanha, 2014, 4’)
Iridescence / Maxime Beauchamp (Canadá, 2017, 9’)
Tango Shoes / Elzbieta Piekacz (Reino Unido, 2015, 8’37’’)
Takako Vs. Nine Lives / Laura Katz Rizzo (EUA, 2018, 9’8”)
Le Temps Prend Feu / Simone A. Tognarelli (Itália, 2017, 6’)
In your arms / Damian Emilio (Argentina, 2017, 5’05’’)
Homemaker / Ana baer (EUA, 2018, 3’18’’)
Eve teasing / Nikita Maheshwary (Índia, 2015, 1’45’’ )
White Wednesdays / Atoosa Farahmand & Oscar Hagberg (Suécia, 2018, 2’38’’)
Smart dress is absolutely essential / Slawomir Milewski (Reino Unido, 2015, 7’30’’)
In a Different Space / Gail Hewton (Australia, 2018, 14’42’’)

Sessão 2 I 01’h19”
Hold Me / Cíntia Pimentel (Brasil/SP, 2018, 4’07)
Storm / Aditya Dawar (Índia, 2018, 2’32’’)
Dem Beats / Tulio di Santanna (Brasil/PE, 2018, 2’47’’)
Otherland / Jan Pieter Tuinstra & Keren Levi (Países Baixos, 2018, 13’30’’)
Ècharpe Noir / Barbara Fuentes (Brasil/RJ,2018, 15’)
Brethren / Annette Daniels Taylor (EUA, 2018, 4’04’’)
Dês Pés / Camila Christian Quintana (Brasil/BA, 2016, 4’06’’)
Vibreixon / Adelmo do Vale (Brasil/PE, 2018, 1’44’’)
Mãe de Sangue / Renata Araujo (Brasil/RJ, 2017, 7’53’’)
Negrafia / Amanda de Souza & Priscilla Melo (Brasil/PE, 2018, 4’13’’)
Urtiga / Coletivo Encruzilhada (Brasil/PE, 2018, 5’55’’)

MOSTRA NÃO COMPETITIVA

Dia: 11/10 (quinta-feira)
Hora: 17h às 18h10
Onde: Cinema da Fundação Joaquim Nabuco – Rua Henrique Dias, 609, Derby (Recife-PE)
Mostra convidada: Festival VideodanzaBa (Argentina)​

1. Ernestina, (h)errar es humano, borrar es divino / Vanesa Menalli y Hebras Danza (Agentina, 21016, 8’)
2. En la huella del ancla / Leandro Navall y Mercedes Chanquia Aguirre (Argentina, 2017, 6’46’’)
3. Lado A / Alejandrina Groisman y Maria Sol Gorosterrazú (6’36’’)
4. Pellejo / Federico M. Panizza ( ​Argentina, 2017, 8:’45’’)
5. D.I.H Breath / Luca Quaia y Daša Grgič, 1’, Itália, 2016).
6. TOTEM perroLuna / Serafín Mesa (Espanha).
7. For a Moment / Clémence Poesy ( Francça, 2016, 9´15’’)
8. Aquarius / Timo Zhalnin (Russia, 2016, 9’09’’).
9. Separate Sentences / Amy Dowling y Austin Forbord (EUA, 2016, 15’).

Dia: 12/10 (sexta-feira)
Hora: 16h às 17h
Onde: Cinema da Fundação Joaquim Nabuco – Rua Henrique Dias, 609, Derby (Recife-PE)
Mostra convidada: Festival Dança em Foco (Brasil)​

1. Songs of the Underworld / Nicola Hepp (Países Baixos, 2016, 6’)
2. Six Solos / Simon Fildes-Sang Jijia (Reino Unido-China, 2016, 6’)
3. La Tura NatuRal / Goga Riveros-Irvin Castro-Paola Cortes (Chile, 2016, 5’)
4. Antropófagos / Vinícius Cardoso-Irupé Sarmiento (Brasil, 2016, 5’)
5. Black Square / Timo Zhalnin-Elena Kuzmina (Rússia, 2015, 5’)
6. 60 Pulses / Aliki Chiotaki-Christina Mertzani ( Grécia, 2016, 3’)
7. Negrume / Luis Gomes-Isa Oliveira (Brasil, 2017 4’)
8. Tea Dances / Cha Sze-Wei (Singapura, 2017, 1’)
9. Diarkís / Isis Gasparini-intérpretes (Brasil, 2016, 3’)
10. Crack the Cypher / Marites Carino-Tentacle Tribe (Canadá, 2016, 7’)
11. Lispectorando / Victor Ribeiro-Priscila Queiroz-Mario Spatizziani (Brasil, 2016, 9’)

Dia: 13/10 (sábado)
Hora: 16h às 17h
Onde: Cinema da Fundação Joaquim Nabuco – Rua Henrique Dias, 609, Derby (Recife-PE)
Mostra convidada: Festival Screendance (África)

1. Tableaux Paysages Premiers / Maïté Jeannolin, Charlotte Marchal (Marrocos, 2016, 12’ 20”)
2. Track / Dominque Jossie (Africa do Sul, 2016, 3’37”)
3. Body/Bag / Mark Freeman (Africa do Sul, 2017, 2’44”)
4. Moving Afrika / Valeria Lo Meo – Michele Manzini (Africa do Sul, 2016, 5´02´´)
5. T.I.A. – This is Africa / Matthieu Maunier – Rossi (Congo, 2013, 7’19”)
6. Maps of Emotion / Konzept & Regie – Lutz Gregor (Mali, 2016, 14’ 02”)
7. I Walk The Streets With Loose Parts / Ryan Kruger (Africa do Sul, 2017, 4´48´´)
8. In The Castle of My Skin / Lebogang Rasethaba – Arcade Content (Africa do Sul ,2015, 5’2​

Dia: 13/10 (sábado)
Hora: 17h às 17h50
Onde: Cinema da Fundação Joaquim Nabuco – Rua Henrique Dias, 609, Derby (Recife-PE)
Mostra convidada: Festival Agite y Sirva (México)

1. ARK[xy] / Benjamin Juhel – Mélodie Serena (França, 2016, 5’)
2. In the House of Mantegna / Michele Manzini ( Itália, 2017, 7’)
3. Elevate B / Chao-Hui Ting/Chih-Chia Huang (Taiwán,| 2017, 7’)
4. Releasing Her Archive Owa Barua-Carol Brown | 9 min | Reino Unido | 2017
5. Frenesí / Colectivo tropical (México, 2018, 6’)
6. El ciclo del viento / Ana del Aire – Josué Hermes (México, 2018, 3’)
7. Rose / Alessandro Bo – Marinés Cardoso (México, 2018, 6’)
8. Primer Movimento / Octavio Iturbe – Tania Solomonoff – Eve Bonneau (México, 2017, 12’)

SESSÃO EXTRA – MOSTRA DE ESCOLHA POPULAR

Dia: 13/10 (sábado)
Hora: 19h as 22h
Onde: Cinema da Fundação Joaquim Nabuco – Rua Henrique Dias, 609, Derby (Recife-PE)
Apresentação artística: Coreografia: ämämä mämäm (transmissão online) das 19h às 19h 15 e Desfile de Moda das 19h15 às 19h25

PREMIAÇÃO – MOSTRA DE ESCOLHA POPULAR

Dia: 13/10 (sábado)
Hora: 19h as 22h
Onde: Cinema São Luiz – Rua da Aurora, 175, Boa Vista (Recife-PE)
Apresentação artística: Patrícia Pina Cruz – Coreografia: Zigoto das 19h às 19h15




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Aline Antunes

POSTS RELACIONADOS:

  • Festival audiovisual de dança em cartaz no Recife
    Festival audiovisual de dança em cartaz no Recife
  • 23º Festival de Dança do Recife divulga programação de espetáculos, oficinas (gratuitas) e debates
    23º Festival de Dança do Recife divulga programação de espetáculos, oficinas (gratuitas) e debates
  • Em turnê pelo Brasil, Moscow Ballet Company On Ice apresenta Cinderela e O Lago dos Cisnes
    Em turnê pelo Brasil, Moscow Ballet Company On Ice apresenta Cinderela e O Lago dos Cisnes

Deixe um comentário

Mensagem