Memória da dança do Recife
  • Nossa Senhora dos Afogados | FOTO: Bosco Accett
    img
  •        
  • Nossa Senhora dos Afogados | FOTO: Bosco Accett
    img
  •        
  • O anjo azul | FOTO: Bosco Accetti
    img
  •        
  • O anjo azul | FOTO: Bosco Accetti
    img
  •        
  • Nossa Senhora dos Afogados | FOTO: Bosco Accett
    img
  •        
  • O anjo azul | FOTO: Bosco Accetti
    img
  •        
  • O anjo azul | FOTO: Bosco Accetti
    img
  •        
  • Nossa Senhora dos Afogados | FOTO: Bosco Accett
    img
  •        

Exposição resgata fotografias de espetáculos e personalidades que movimentaram os palcos recifenses nos anos 80 

| Texto: Marília Ferreira |

A exposição “Presente Passado Movimento: a dança de 80 pelo olhar do RecorDança”, que abriu no último dia 08, na escola de dança Aria Social, localizada no bairro de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, segue em cartaz até o dia 5 de junho, com entrada gratuita.

Realizada pelo Acervo RecorDança/Associação Reviva, a exposição resgata a memória da dança no Recife ao longo da década de 1980, época de efervescência na produção de espetáculos, bem como de grande articulação de movimentos políticos.

Através de fotografias de Bosco Acetti, Marcos Araújo e Breno Laprovítera, fotógrafos com importante atuação no período, os visitantes podem conferir registros de montagens históricas, como “Nossa Senhora dos Afogados”, de 1985, “O Anjo Azul”, de 1983, e “Piazzolada”, de 1983. Nomes importantes da dança, diretores e dançarinos, como Mônica Japiassu, Bernot Sanches, Zdenek Hampl, Fred Salim, Luiz Roberto e Cecília Brennand, que tiveram destaque no universo oitentista da dança são homenageados.

Cartazes, matérias de jornais, réplicas de figurinos e de objetos cênicos e programas de espetáculos ajudam a relembrar a atuação de grupos representativos como a Associação de Dança do Recife, o Conselho Pernambucano de Dança e o espaço cultural Corpo, Som, Espaço. Com a exposição, é resgatado o passado, em que as dificuldades de produção eram superadas através da criatividade, para que as marcas no presente sejam reconhecidas.

O Aria fica na avenida Ayrton Senna da Silva, 748, Piedade, Jaboatão dos Guararapes. A exposição fica aberta segundas e quartas, das 14h às 17h; terças e quintas, das 10h às 13h. Maiores informações: (81) 3222.5571 e 9918.4954.

 




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Literatura de cordel é tema de espetáculo da Criart Cia de Dança
    Literatura de cordel é tema de espetáculo da Criart Cia de Dança
  • Espetáculo Uma lua para lembrar, do Endança, volta ao período de 1939 a 1946
    Espetáculo Uma lua para lembrar, do Endança, volta ao período de 1939 a 1946
  • Espetáculo A Bela e a Fera será apresentado pelo Studio de Dança Paula Rocha
    Espetáculo A Bela e a Fera será apresentado pelo Studio de Dança Paula Rocha

Deixe um comentário

Mensagem