Mostra faz relação entre a dança e o cenário político, em Petrolina
  • Coletivo Trippé | FOTO: Fernando Pereira
    img
  •        
  • Coletivo Experiment´aí | FOTO: Tássio Meether
    img
  •        
  • Coletivo Experiment´aí | FOTO: Tássio Meether
    img
  •        
  • Lucas Valentim | FOTO: Aldren Lincoln
    img
  •        
  • Lucas Valentim | FOTO: Aldren Lincoln
    img
  •        
  • Coletivo Trippé | FOTO: Fernando Pereira
    img
  •        
  • Coletivo Experiment´aí | FOTO: Tássio Meether
    img
  •        
  • Coletivo Experiment´aí | FOTO: Tássio Meether
    img
  •        
  • Lucas Valentim | FOTO: Aldren Lincoln
    img
  •        
  • Lucas Valentim | FOTO: Aldren Lincoln
    img
  •        

Com o tema “Modos de (r) existir”, a Mostra 14 de Dança acontece nos próximos dias 14, 15 e 16, contando com oficinas, debates e apresentações

A Mostra 14 de Dança, iniciativa independente da Qualquer um dos 2 Companhia, completa seis edições com o tema “Modos de (r) existir”, fazendo relações entre as produções em dança e sua representatividade diante do atual cenário político. O evento acontece nos próximos dias 14, 15 e 16, no Sesc de Petrolina, em Petrolina, no sertão pernambucano.

Neste ano, a mostra homenageia o ex-bailarino Ailton Marcus e conta com oficinas, mesas-redondas e apresentações de experimentos cênicos de grupos locais e convidados. A proposta é pensar sobre estratégias de sustentabilidade para as artes e instrumentalizar os artistas locais na área da economia criativa.

O integrante da companhia realizadora, André Vitor Brandão, explica que “a ideia deste ano é discutir outras maneiras de gestão econômica e simbólica dos grupos e processos artísticos que não estejam, necessariamente, apenas ligadas a editais. Pois, diante dos tempos em que vivemos de desmonte da cultura é necessário se reinventar para continuar existindo”.

Além desses espaços formativos, a mostra conta com a participação de artistas para apresentarem trechos de seus processos criativos que estão em andamento. “Nos interessa trazer publicamente a ‘coisa’ ainda em construção, não estabelecida para que o público possa ver de perto como a montagem de um trabalho artístico acontece”, comenta André.

No dia de abertura, quinta (14), será realizada uma “Vivência em Dança Contemporânea” com Lucas Valentim (Salvador-BA), das 09h às 12h, na Sala de Dança do Sesc Petrolina. Os interessados em participar podem fazer a inscrição no site da companhia. Ao todo, estão disponíveis 20 vagas para essa vivência que misturam contato improvisação, técnicas de chão e deslocamentos em massa.

Toda a mostra segue o esquema “pague quanto quiser”, onde o público determina o valor dos ingressos, como também da inscrição nas atividades formativas. Essa sexta edição da Mostra 14 de Dança conta com o apoio cultural da TV Grande Rio, do Sesc Petrolina, da Abajur Soluções, do Café de Bule e da Virabólica Comunicação. Mais informações: (87) 3866.7454.

PROGRAMAÇÃO 

Dia 14/12 – Quinta
09h às 12h – Sala de Dança: Vivência em Dança Contemporânea – Lucas Valentim (Salvador-BA)
15h às 16h – Galeria de Artes Ana das Carrancas: Palestra “Economia Criativa” – Minéya Helga (Recife-PE)
16h às 18h – Galeria de Artes Ana das Carrancas: Lançamento do Livro Eu vim da Ilha: o Samba de Veio como possibilidade de criação em dança contemporânea – Jailson Lima (Petrolina-PE)
19h às 22h – Teatro Dona Amélia: Trabalhos de grupos em processo – Cia Balançarte, Coletivo Incomum de Dança, Coletivo Trippé, Coletivo Experiment’Aí, Confraria 27, Qualquer um dos 2 Cia de Dança e NED – Núcleo de Estudos em dança (Petrolina-PE/Juazeiro-BA)

Dia 15/12 – Sexta
09h às 12h – Sala de Dança: Com (vivência) de Grupos – Lenira Rengel (Salvador-BA)
15h às 16h – Ruas no centro de Petrolina: Biju – Lucas Valentim (Salvador-BA)
16h às 18h – Teatro Dona Amélia: Mostra 2 Minutos para dança – Cia de Dança do Sesc (Petrolina-PE)

Dia 16/12 – Sábado
15h às 16h – Galeria de Artes Ana das Carrancas: Relançamento do filme “Este não é um documentário qualquer”
16h às 18h – Galeria de Artes Ana das Carrancas: Conversa de Boca Cheia “Modos de (r)existir: dança, economia e sustentabilidade” – Galiana Brasil (São Paulo-SP), Minéya Helga (Recife-PE), Lucas Valentim (Salvador-BA) e Lenira Rangel (Salvador-BA).
19h às 22h – Diversos locais no Sesc Petrolina: Experimentaço! – Adriano Paiva, Monique Paulino, Cintia Melo, Natália Agla, Thom Galiano e Dijma Darc (Petrolina-PE/Juazeiro-BA).

Oficina: Vivência em dança contemporânea
Ementa: Experimentações de princípios de movimentos que misturam contato improvisação, técnicas de chão e deslocamentos em massa. Parte da perspectiva de criação como processo de aprendizagem e enfatiza aspectos como autonomia e colaboração.




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Uma homenagem aos famosos musicais
    Uma homenagem aos famosos musicais
  • Espetáculo faz interação entre dança e tecnologia
    Espetáculo faz interação entre dança e tecnologia
  • Endança comemora 10 anos com o espetáculo Déjà Vú
    Endança comemora 10 anos com o espetáculo Déjà Vú

Deixe um comentário

Mensagem