Novo talento de PE no Bolshoi
  • img
  •        
  • img
  •        
  • img
  •        
  • img
  •        

A bailarina Amanda Barros, de 16 anos, ganhou bolsa integral para estudar na escola da companhia de dança mais famosa do mundo

Maíra Passos

O balé clássico já remete no seu próprio nome a tradição, mas é com um novo talento pernambucano que Na Ponta do PÉ estreia a primeira postagem para falar do estilo que é a base para todas as danças. Isso porque a estudante e bailarina Amanda Barros, de apenas 16 anos, foi selecionada, nesse mês, para estudar com bolsa integral na Escola de Teatro Bolshoi no Brasil, na cidade de Joinville (SC).

A jovem, que vai iniciar seus estudos no Bolshoi no início do próximo ano (2013), contou com exclusividade para o nosso canal sobre seus planos de carreira e como foi os bastidores da seleção, que aconteceu em Campina Grande (PE). “Apesar de ainda ser nova, iniciei ‘tarde’ o balé, por volta dos 11 anos. Então, foi uma surpresa entrar numa escola desse porte tão cedo, já que comecei a dançar somente na pré-adolescência”.

Os primeiros passos de Amanda foram em aulas no colégio que estudava. Quando entrou em cena pela primeira vez, ficou encantada com o que sentiu e resolveu se dedicar ao balé clássico alguns meses depois. “Sou bailarina clássica desde os 12 anos e pretendo ser até não poder mais. Tudo isso porque sei que o palco é a minha casa, é onde sou feliz”.

Com essa paixão, a bailarina, que já foi aluna na Carolemos Dançarte e, atualmente, integra a equipe do Endança, ambas escolas de clássico recifenses, lembrou que percebeu a dança como o que queria fazer na vida durante a apresentação da coreografia “As cartas de baralho”, que fez parte do espetáculo de 2011, do Endança, com direção de Fátima Guimarães. “Mas todas são importantes, marcaram um momento único na minha vida”.

Quando questionada se preferia dança solo ou em grupo, Amanda revelou que adora solar e adora se aparecer. “Acho que bailarino tem que se mostrar mesmo! Mas nada se compara à energia de dançar em grupo. Tem todo um apoio, toda uma estrutura, é bem legal também”. Porém, se é como primeira bailarina ou não, o sonho dela sempre foi se bailarina, independente também de lugar.

“Mas acredito que o Bolshoi é, atualmente, a escola que oferece melhor estrutura e melhores condições para a formação de um bailarino profissional, então, é uma felicidade sem tamanho poder ingressar nele”. Para se preparar para a audição, desde o inicio do ano que intensifica os treinos. “Tive aulas particulares com uma bailarina recifense que é extraordinária, Daniela Salazar Malta. Hoje, ela reside nos Estados Unidos. Como sabia o método aplicado no Bolshoi, ficou bem mais fácil”, explica.

A grande surpresa durante o processo seletivo, composto de quatro fases. De 30 pessoas na 1ª fase, passaram somente quatro. Foi na segunda fase que os jurados a indicaram para fazer contemporâneo, pois, segundo eles, se adequava mais ao seu corpo. “Quase não acreditei quando vi meu nome na lista dos aprovados. Só o que consegui pensar foi: ‘eu, bolsista de contemporâneo do Bolshoi. Quem diria? Foi bem surpreendente!”.

Assim, Amanda vai se dedicar exclusivamente à dança, mas diz que pensa muito em cursar faculdade de moda no futuro. Ela está indo estudar no Sul do País e conta sobre querer ganhar os palcos do mundo, mas sempre que puder ajudar o balé de Pernambuco, estará presente. “Acredito que os bailarinos daqui têm muito talento. O problema é que, infelizmente, ainda não há investimentos suficientes pra que eles possam permanecer aqui. Por isso, muitos buscam construir carreira em outros lugares”.

E a bailarina deixa um recado especial para os seguidores de Na Ponta do PÉ: “o que eu tenho a dizer, mesmo que pareça clichê, é que corram atrás dos seus sonhos e não desistam! Depois que consegui entrar pro Bolshoi é que entendi o que as pessoas desejavam passar quando falavam isso pras outras… Vão com fé e busquem, mas busquem sem cessar. Se tiver de ser, vai ser. E nunca esqueçam de três palavras: foco, dedicação e disciplina. Quem tem isso, alcança tudo o que quiser!”. Fica a dica!

Confira a apresentação de Amanda em imagens cedidas do seu arquivo pessoal para o nosso canal.




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Endança comemora 10 anos com o espetáculo Déjà Vú
    Endança comemora 10 anos com o espetáculo Déjà Vú
  • Histórias mágicas contadas através do balé clássico
    Histórias mágicas contadas através do balé clássico
  • A Bela Adormecida despertada pela Academia Fátima Freitas
    A Bela Adormecida despertada pela Academia Fátima Freitas

1 Comentários

Bel Barros

2012-09-23 14:37:31 Responder

Fiquei emocionada! Linda entrevista. Sucesso e felicidade nessa nova etapa que se inicia. Que bom ver uma jovem com tanta determinação! Bravo!!!

Deixe um comentário

Mensagem