Práticas em danças orientais é tema de oficina
  • Eduardo Fukushima | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Eduardo Fukushima | FOTO: Divulgação
    img
  •        

Quem ministra é o coreógrafo Eduardo Fukushima, de São Paulo. As aulas acontecem nos próximos dias 25, 26 e 27, no Sesc Piedade

De 25 a 27 de abril, o coreógrafo, dançarino e professor Eduardo Fukushima, de São Paulo, vai ministrar a “Oficina de introdução de práticas orientais e improvisação em dança, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Realizadas pelo Sesc Piedade, as aulas vão acontecer na própria unidade, localizado na Rua Goiana, nº 40, Piedade, sempre das 19h às 22h.

A iniciativa é aberta para pessoas acima dos 18 anos, com alguma experiência artística e que tenham interesse nos estudos do corpo e movimento. A oficina será dividida em dois momentos. Na primeira etapa, serão compartilhadas práticas de respiração do Tai chi Dowing, linguagem sistematizada em Taiwan pelo mestre Wei Xiong e que tem como foco o estudo do caminho interno do movimento, a meditação em fluxo e a ativação e consciência do Chi, energia vital que percorre nosso corpo e que está presente em todos os seres viventes.

A segunda fase terá como foco exercícios de improvisação, por meio de provocações através de questionamentos sobre “como estar só e juntos?”, “como criar algo em comum partindo da dança de cada um?” e “como criar uma comunicação sutil entre corpos através do ar?”.

As inscrições já estão abertas e os interessados em participar devem se dirigir ao setor de Cultura do Sesc Piedade, localizado na Rua Goiana, nº 40. O cadastro deve ser feito até a próxima sexta-feira, dia 20 de abril. Ao todo são oferecidas 15 vagas. O valor é de R$ 25 para comerciários e dependentes, e R$ 50 para o público em geral. Mais informações: (81) 3361.0223 / 3361.0205

EDUARDO FUKUNSHIMA

O coreógrafo Eduardo Fukunshima é formado no curso de Comunicação das Artes do Corpo na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC). Realiza pesquisa em dança contemporânea desde 2007 e desenvolveu vários solos, entre eles, Título em Suspensão (2017) e Oxóssi (2017- 2018).

Apresentou os seus trabalhos em diversos estados do país e no exterior. Eduardo é praticante de técnicas orientais como Chi Kung e Seitai-ho e tem estudos em dança clássica, contemporânea, improvisação e composição, dança clássica indiana e capoeira angola. Também é membro da Comunidade Internacional de Artistas Rolex Mentor & Protégé Arts Initiative.

* Com informações do site do Sesc-PE. 




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Fabiana Constantino

POSTS RELACIONADOS:

  • Pintando o 7 leva dança, música e teatro à garotada
    Pintando o 7 leva dança, música e teatro à garotada
  • A história de Alice no País das Maravilhas vira espetáculo de dança, no Recife
    A história de Alice no País das Maravilhas vira espetáculo de dança, no Recife
  • Bailarina pernambucana será solista em balé da Rússia
    Bailarina pernambucana será solista em balé da Rússia

Deixe um comentário

Mensagem