Pintando o 7 leva dança, música e teatro à garotada
  • Carol Levy | FOTO: Andrea Rego Barros
    img
  •        
  • Cisne Negro | FOTO: Tomas Kolish Jr
    img
  •        
  • Pia Fraus | FOTO: Pedro Andreetta
    img
  •        
  • Carol Levy | FOTO: Andrea Rego Barros
    img
  •        
  • Cisne Negro | FOTO: Tomas Kolish Jr
    img
  •        
  • Pia Fraus | FOTO: Pedro Andreetta
    img
  •        

O projeto contará com oficinas e espetáculos infantojuvenis. Será entre 13 e 29 de julho, na Caixa Cultural Recife  

A garotada que curte arte poderá conferir nova edição do projeto Pintando o 7, que acontece entre 13 e 29 de julho, na Caixa Cultural Recife. Serão três finais de semana espetáculos de dança, música, contação de histórias, teatro de bonecos e oficinas gratuitos.

No primeiro fim de semana, será apresentado o espetáculo Vem Dançar, da Cisne Negro Cia. de Dança (SP), que tem a direção artística da bailarina e coreógrafa Hulda Bittencourt e de Dany Bittencourt. Com 55 minutos de duração, a apresentação será amanhã (13/07), s 18h, e no sábado (14/07), em duas sessões, uma às 16h e a outra às 18h.

A montagem narra as danças do século XVI até os dias atuais, partindo da dança clássica, passando pelas danças populares, como o frevo, samba e a capoeira, até chegar aos ritmos contemporâneos, a exemplo do o funk, rap e o hip-hop. No palco, nove bailarinos dançam, cantam e encenam a história dos ritmos através do tempo, tendo como mestre de cerimônias o personagem Rei Sol, Luiz XIV.

No final de semana seguinte, a cantora e contadora de histórias Carol Levy apresenta o espetáculo musical Conto de Casa, que acontece no sábado, dia 21, às 16h e 18h, e no domingo, dia 22, às 11h. Acompanhada pelo produtor musical Carlinhos Borges, Carol Levy apresenta um show interativo, lúdico e cheio de nuances artísticas, que tem duração média de 70 minutos.

Encerrando a temporada, será apresentado pela Companhia Pia Fraus, de São Paulo, o espetáculo Bichos Vermelhos, baseado no livro homônimo da escritora pernambucana Lina Rosa, e dirigido por Adriana Telg. Com duração de 50 minutos, a peça será encenada no sábado, dia 28, em duas apresentações, uma às 16h e a outra às 18h, e no domingo, dia 29, com única apresentação às 11h.

OFICINAS

O projeto Pintando o 7 apresenta ao público, a oportunidade de participar de oficinas gratuitas. A Cisne Negro Cia de Dança realiza o curso Danças Brasileiras e Brincadeiras Populares, na sexta-feira, dia 13 de julho, das 10h ao meio-dia, na sala de oficina 1. O workshop será comandado pelo bailarino pernambucano André Santana, especializado em danças populares brasileiras.

No dia 22 de julho, das 15h às 17h, na sala de oficina 1 a multiartista Carol Levy vai ensinar técnicas e realizar dinâmicas sobre contação de histórias. No curso, que tem duas horas de duração, Carol vai apresentar o universo da narrativa oral aos adultos, com o objetivo de estimular pais, educadores, atores e público em geral a contar histórias de forma correta e eficaz, utilizando a voz, o corpo, o entorno, o público e os livros.

O último workshop da temporada é o de Criação de Bonecos, que acontece no dia 29 de julho, das 15 às 17h, para crianças de 4 a 11 anos e adultos, na sala de oficina 1. Comandado por Beto Andreetta, a oficina tem o objetivo de apresentar formas simples e criativas para adultos e crianças que queiram confeccionar bonecos, a partir de materiais recicláveis, respeitando o meio ambiente e ajudando a ampliar a consciência ecológica e sustentável dos participantes.

SERVIÇO

Projeto Pintando o 7
Local: Caixa Cultural Recife Av. Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero, Bairro do Recife
Quando: entre 13 e 29 de julho de 2018
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada)
Duração: 60 minutos (média dos espetáculos)
Classificação: livre
Capacidade: 80 lugares Acesso para pessoas com deficiência
Informações: (81) 3425.1915

 




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

POSTS RELACIONADOS:

  • Pintando o 7 leva dança, música e teatro à garotada
    Pintando o 7 leva dança, música e teatro à garotada
  • A história de Alice no País das Maravilhas vira espetáculo de dança, no Recife
    A história de Alice no País das Maravilhas vira espetáculo de dança, no Recife
  • Bailarina pernambucana será solista em balé da Rússia
    Bailarina pernambucana será solista em balé da Rússia

Deixe um comentário

Mensagem