Programação de dança do 24º Janeiro de Grandes Espetáculos
  • Daqui não saio, daqui ninguém me tira | FOTO: Ubira Mach
    img
  •        
  • Dialogus ibéricos | FOTO: Manuel Meira
    img
  •        
  • Kalashnikova | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Musical Villa-Lobos | FOTO: Filipe França
    img
  •        
  • Chico vive | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • O diário das frutas | FOTO: Talita Magalhães
    img
  •        
  • Retomada | FOTO: Rubens Henrique
    img
  •        
  • Zoe | FOTO: Breno César
    img
  •        
  • Daqui não saio, daqui ninguém me tira | FOTO: Ubira Mach
    img
  •        
  • Dialogus ibéricos | FOTO: Manuel Meira
    img
  •        
  • Kalashnikova | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Musical Villa-Lobos | FOTO: Filipe França
    img
  •        
  • Chico vive | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • O diário das frutas | FOTO: Talita Magalhães
    img
  •        
  • Retomada | FOTO: Rubens Henrique
    img
  •        
  • Zoe | FOTO: Breno César
    img
  •        

Festival traz na programação 19 apresentações de dança

De 10 a 28 de janeiro de 2018 será realizada a 24ª edição do Janeiro de Grandes Espetáculos, maior festival de artes cênicas de Pernambuco. Contando com uma das maiores e mais ecléticas programações de sua história, 64 montagens de teatro, dança e música, de variadas linguagens vão ocupar as principais casas de espetáculos do Recife, número que chega a 91 com as apresentações da Mostra Paralela, que ocorre em espaços alternativos da cidade. A grade do festival privilegia companhias e artistas pernambucanos, mas também traz produções nacionais e internacionais.

Em 2018, a música mostra que se consolidou no evento, sendo assim, passa a dar nova alcunha ao Janeiro, que agora se chama Festival Internacional de Artes Cênicas e Música de Pernambuco. O casal Renato e Vanda Phaelante, com mais de 40 anos de carreira, serão os homenageados desta edição, que tem realização da Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco (Apacepe). “Somos um festival que representa a classe, que enaltece os artistas pernambucanos e dá ao grande público oportunidade de conferir o que de melhor está se fazendo no Estado”, diz Paulo de Castro, presidente da Apacepe e coordenador-geral do evento.

A coordenação da parte de dança do festival é de Maria Paula Costa Rêgo, com uma comissão formada por Airton Tenório, Daniela Santos e Maria Paula Costa Rêgo. Ao todo, serão 19 apresentações de dança durante todo o festival. A primeira acontece no dia 11 com o espetáculo “Daqui não saio, daqui ninguém me tira”. Às 19h30, no Teatro Barreto Júnior. Com direção geral de Mika Silva, o espetáculo conta a história de luta das ocupações urbanas no Recife, tomando como referência e fonte de pesquisa a comunidade de Brasília Teimosa. Na montagem, que utiliza a dança popular e o teatro de rua, as lutas dos moradores são interpretadas através do frevo, coco, capoeira, ciranda e maracatu.

O último espetáculo de dança a ser apresentado no festival é o “Onde ele anda é outro céu”, com concepção e coreografia de André Vitor Brandão. Inspirado no conto O Homem Cadente, do escritor africano Mia Couto, e nas pinturas do pintor surrealista belga René Magritte, o solo propõe a criação de uma obra coreográfica que transita pela literatura, artes visuais e dança, entendendo que o corpo do intérprete transita por diversos territórios. Será apresentado no dia 27 de janeiro, às 20h, no Teatro Barreto Júnior. Confira a programação completa de dança no final da matéria.

Mostra paralela

Uma rica programação que contempla cursos, oficinas para adultos e crianças, seminários, lançamento de livros, leituras dramatizadas, sarau e debates faz parte do Janeiro 2018. Dentro dela, uma grande novidade são as Atividades Formativas. O projeto visa a reciclagem do ator, a apreciação de novos talentos e o incentivo aos grupos locais.

Locais

O Janeiro de Grandes Espetáculos distribuiu sua programação entre os teatros de Santa Isabel, Apolo, Hermilo Borba Filho, Marco Camarotti, Luiz Mendonça, Arraial Ariano Suassuna, Barreto Júnior e Sesc Caruaru. A Mostra Paralela e Atividades Formativas ocupam ainda os espaços Cênicas, Fiandeiros, O Poste e Mamulengo, os teatros Boa Vista e Paulo Freire (Paulista), o Centro Cultural Correios, Torre Malakoff, Fundação Joaquim Nabuco e o Recife Praia Hotel.

Ingressos

Os tíquetes estão sendo vendidos através do site Compre Ingressos. A partir de 3 de janeiro de 2018, uma central de vendas será instalada no Teatro de Santa Isabel, onde também será possível comprar bilhetes para todas as atrações da programação oficial. O valor dos ingressos varia de R$ 5 a R$ 60. Na Mostra Paralela há espetáculos com entrada gratuita, e na oficial, apenas uma montagem (o show de Egberto Gismonti e João do Pife) tem valor superior: R$ 100 e R$ 50 (meia). Mais informações no site do festival.

Programação de dança

Quinta-feira – 11 de janeiro
19h30 | Teatro Barreto Júnior
Daqui não saio, daqui ninguém me tira, Balé Deveras (Recife/PE)
19h30 | Teatro Apolo
Dialogus ibéricos, Favelacult Gestión Cultural (Portugal e Espanha)

Sexta-feira – 12 de janeiro
20h30 | Teatro Hermilo Borba Filho
Retomada, Totem (Paulista/PE)
19h | Teatro Apolo
Dialogus ibéricos, Favelacult Gestión Cultural (Portugal e Espanha)

Sábado – 13 de janeiro
20h | Teatro Marco Camarotti
Meia-noite, Afro/Contemporâneo (Recife, PE)

Domingo – 13 de janeiro
18h | Teatro Luiz Mendonça
Chico vive, Cia de Dança e Teatro Evolução (Recife/PE)
19h | Teatro Marco Camarotti
Meia-noite, Afro/Contemporâneo (Recife, PE)

Terça-feira – 16 de janeiro
20h | Teatro Hermilo Borba Filho
Ebulição, Contemporâneo (Recife, PE)

Quarta-feira – 17 de janeiro
20h | Teatro Luiz Mendonça
O diário das frutas, Cais Cia. de Dança (Recife/PE)

Quinta-feira – 18 de janeiro
19h30 | Teatro Apolo
Transiterrifluxório, Cláudio Lacerda – Dança Amorfa (Recife/PE)

Sexta-feira – 19 de janeiro
20h | Teatro de Santa Isabel
O nação canta e dança Pernambuco, Maracatu Nação Pernambuco (Olinda/PE)
20h | Teatro Barreto Júnior
Kalashnikova – AK 47, Companhia el contrabando (Soletta/Suíça)

Sábado – 20 de janeiro
17h | Teatro Barreto Júnior
Kalashnikova – AK 47, Companhia el contrabando (Soletta/Suíça)
21h | Teatro Barreto Júnior
Kalashnikova – AK 47, Companhia el contrabando (Soletta/Suíça)

Domingo – 21 de janeiro
19h | Teatro Hermilo Borba Filho
Caminhos, Contemporâneo (Recife, PE)

Quarta-feira – 24 de janeiro
19h | Teatro Marco Camarotti
Aluga-se, Grupo Acaso (Recife/PE)
Quinta-feira – 25 de janeiro
19h30 | Teatro Apolo
Zoe, Contemporâneo (Recife, PE)

Sexta-feira – 26 de janeiro
20h | Teatro Luiz Mendonça
O nosso villa – um musical Villa-Lobos, Cia Sopro-de-Zéfiro | Cecilia Brennand (Recife/PE)

Sábado – 27 de janeiro
20h | Teatro Barreto Júnior
Onde ele anda é outro céu, Qualquer Um Dos 2 Companhia de Dança (Petrolina/PE)




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Fabiana Constantino

POSTS RELACIONADOS:

  • Mônica Lira ministra curso de dança contemporânea
    Mônica Lira ministra curso de dança contemporânea
  • Curso gratuito de formação em dança está com inscrições abertas
    Curso gratuito de formação em dança está com inscrições abertas
  • Espetáculo homenageia André Madureira
    Espetáculo homenageia André Madureira

Deixe um comentário

Mensagem