Projeto oferece aulas de balé gratuitas para crianças e adolescentes
  • Pontinha do Futuro | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Pontinha do Futuro | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Pontinha do Futuro | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Pontinha do Futuro | FOTO: Paulo Rebêlo
    img
  •        
  • Pontinha do Futuro | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Pontinha do Futuro | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Pontinha do Futuro | FOTO: Paulo Rebêlo
    img
  •        
  • Pontinha do Futuro | FOTO: Divulgação
    img
  •        

O Pontinha de Futuro está há três anos passando os ensinamentos da dança no bairro Alto de Santa Izabel, no Recife, e beneficia cerca de 91 meninas e meninos

O projeto “Pontinha de Futuro” nasceu há três anos com o objetivo de passar os ensinamentos do balé clássico para meninas e meninos que não tem condições de pagar por uma escola de dança, instruindo de forma lúdica e erudita os passos do balé e auxiliando na postura social destas crianças. Atualmente são beneficiados cerca de 91 pequenos bailarinos de idade entre três e 18 anos.

As aulas acontecem duas vezes por semana com duração de uma hora cada, na Igreja Matriz do Alto Santa Izabel, localizada na Rua Santa Izabel, 282, Casa Amarela (Recife, PE). São cinco turmas divididas por nível e idade. Nas terças e quintas participam os alunos do baby class I e II e infantil I, das 15h às 18h. Já nas quartas e sextas, é a vez do infantil II e infanto-juvenil, das 18h às 20h.

Como o objetivo do projeto não é apenas ensinar balé, mas também contribuir com a formação social da meninada, eles recebem aulas que ajudam a fortalecer o físico e os atos de cidadania. “Pelo menos uma vez ou duas por mês as crianças têm atividades de ginástica funcional ou yoga com professores convidados e participam de dinâmicas sobre cidadania e direitos humanos com a ONG Mirim Brasil, parceira do projeto”, explica a idealizadora e professora do projeto, Jay Figueiredo.

Um ambulatório médico também foi montado no local e as crianças recebem atendimento pediátrico, fisioterapia e nutricionista. Atualmente, o projeto se mantém com o pagamento de uma taxa de R$30,00 paga por 30% dos alunos que possuem uma condição um pouco melhor e com ajuda de 91 madrinhas que auxiliam no primeiro fardamento, reposição de material individual dos bailarinos e presentes nas festas. Aproximadamente, 63 participantes têm bolsa integral.

No final do ano passado, os aprendizes protagonizaram o festival de fim de ano do projeto e no próximo mês vão participar de um festival maior, desta vez no Teatro Barreto Júnior, mostrando o trabalho desenvolvido lá no Alto de Santa Izabel e que tem ajudado meninas e meninos todos os anos. A direção está fechando parcerias para encaminhar os talentos que passam por lá.

COMO PARTICIPAR DAS AULAS

Para participar das aulas, os responsáveis devem procurar a Igreja Matriz do Alto Santa Izabel e se inscrever na lista de espera. Quando for liberada novas vagas, a direção solicita documentação da criança e uma declaração escolar, pois os alunos devem estar matriculados em uma escola regular para participar das aulas.

COMO APOIAR O PROJETO

E pessoas físicas e entidades podem ajudar o “Pontinha de Futuro” a contribuir com a formação destas crianças e adolescentes. É só entrar em contato com a professora Jay Figueirêdo ou com Armerindo Neto, administradores e diretores do projeto, através dos telefones: (81) 98442.1216 e 98802.8787.

SERVIÇO

Projeto Pontinha de Futuro
O quê? aulas de balé clássico
Quando: terças e quintas, das 15h às 18h, para baby class I e II e infantil I, e quartas e sextas, das 18h às 20h, para o infantil II e infanto-juvenil
Onde: Igreja Matriz do Alto Santa Izabel – Rua Santa Izabel, 282, Casa Amarela (Recife, PE)
Valor: R$ 30 (mensalidade). Mas também há oportunidade de aulas gratuitas
Público: crianças e adolescentes, de 03 a 18 anos
Informações: (81) 98442.1216 e 98802.8787




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Aline Antunes

POSTS RELACIONADOS:

  • G2 Cia. de Dança, de Curitiba, vem ao Recife com espetáculo infantil
    G2 Cia. de Dança, de Curitiba, vem ao Recife com espetáculo infantil
  • Já usou financiamento coletivo em dança? Entenda o que é crowdfunding
    Já usou financiamento coletivo em dança? Entenda o que é crowdfunding
  • Petrolina recebe o “Desafio da Dança”
    Petrolina recebe o “Desafio da Dança”

Deixe um comentário

Mensagem