Ciclo de palestras online para profissionais de balé clássico
  • Sapatilha de ponta | FOTO: Maíra Passos
    img
  •        
  • Beatriz Gondra | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Viviane Moraes | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Natália Beltrão | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Juliana Siqueira | FOTO: Divulgação
    img
  •        

Os encontros acontecem nos próximos dias 18 e 25 com discussões sobre questões posturais, flexibilidade, sapatilha de ponta, além de força e velocidade para saltos

As escolas de dança Giselle Augusto Ballet, Allegro Ballet e Stúdio de Danças, promovem, entre os dias 18 e 25 de outubro, o “Ciclo de Palestras para Profissionais de Dança”. O evento é online e voltado especialmente para o balé clássico. As conferencias são divididas em dois módulos e uma mesa redonda, trazendo temas muito importantes para o universo da dança, como questões posturais, flexibilidade, força/velocidade para saltos e sapatilhas de ponta. Os encontros acontecem pelo Google Meet das 9h às 12h. No último dia, a mesa redonda será das 14h às 16h.

O primeiro módulo será ministrado pelas profissionais de dança e educação física Viviane Moraes e Natália Beltrão. Viviane traz a palestra “Ballet e questões posturais: como posso contribuir para a saúde e bom desempenho do meu aluno?”, abordando as possíveis repercussões do balé na postura adotada pelo jovem praticante. Já Natália vai falar sobre “Métodos de treinamento da flexibilidade aplicados ao balé clássico”, fornecendo subsídio científico e prático para a estruturação das sessões de alongamento.

No segundo módulo, a bailarina e profissional de educação física Beatriz Gondra vem com o tema “O efeito de um programa de treino baseado no perfil vertical de força-velocidade” para falar sobre o efeito de um programa de treino de salto vertical de bailarinos em formação. E para conversar sobre um assunto bastante discutido no balé clássico, a também bailarina e profissional de educação física Juliana Siqueira preparou a palestra “O ritual de passagem para o uso da sapatilha de ponta”, falando da complexidade que é própria do momento de indicação para o uso das pontas.

Com material didático e certificado online, o evento tem carga horária total de oito horas e uma mesa redonda bônus para quem fizer todos os módulos. O investimento é de R$ 80,00 (apenas um módulo), R$ 100,00 (um módulo + mesa redonda) e R$ 160,00 (dois módulos + mesa redonda). O pagamento pode ser feito via depósito bancário ou com cartão de crédito (com juros). As inscrições são feitas através do Google Forms. Mais informações: (81) 99762.6903.

PALESTRANTES

Natália Beltrão

Educadora física, mestre na área de comportamento motor com foco no desenvolvimento motor infantil, doutora na área de biomecânica com enfoque nas adaptações neuromusculares do treinamento de flexibilidade e foi atleta na modalidade ginástica rítmica por 15 anos atuando em competições regionais e nacionais. Atualmente, Natália é docente do ensino superior no curso de licenciatura em educação da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e pesquisadora de temas relacionados à biomecânica, treinamento de força e flexibilidade.

Viviane Morais

Bailarina, educadora física, especialista em avaliação da performance humana, mestre em saúde da criança e do adolescente, tem experiência no ensino e pesquisa na área de métodos e técnicas de ensino e em dança. Atualmente, compõe o corpo docente dos cursos de educação física no Centro Universitário Tabosa de Almeida (ASCES/UNITA), é coordenadora do projeto de extensão “Dança no Agreste”, no ASCES/UNITA. Além disso, Viviane atua como diretora artística, professora produtora de espetáculo no Ballet Allegro e ser uma das idealizadoras da primeira pós-graduação em ensino do balé clássico do Brasil, projeto aprovado pelo MEC e que vai acontecer em Recife pela Faculdade IDE.

Beatriz Gondra

Bailarina com formação pelo Stúdio de Danças do Recife, Beatriz tem licenciatura em educação física pela Universidade de Pernambuco (UPE) e formação em pilates clássico (Pilateszone). Recentemente, concluiu mestrado em treino de crianças e jovens pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, em Portugal. Teve experiência em estagiar no Pallco School & Conservatory (O Porto Ballet School), onde aplicou seu estudo de mestrado. Em Pernambuco, participou ainda de companhias como Criart Cia. de Dança e Cais Cia. de Dança, além de ser uma das fundadoras do Movimento de Dança da Universidade de Pernambuco (AGRUPE).

Juliana Siqueira

Bailarina, profissional de educação física (UPE), especialista em ensino da dança, mestre em saúde da criança e do adolescente (UFPE), docente do curso superior no curso de bacharelado em educação física e tem formação em pilates. Atualmente, é professora de balé clássico do Colégio Damas, ballet Allegro e Stúdio de Danças, faz parte do grupo Cláudio Lacerda/Dança Amorfa e é uma das idealizadoras da primeira pós-graduação em ensino do balé clássico do Brasil, projeto aprovado pelo MEC e que vai acontecer em Recife pela Faculdade IDE.

PROGRAMAÇÃO 

Módulo 1

Ballet e questões posturais: como posso contribuir para a saúde e bom desempenho do meu aluno? –  Viviane Moraes

A palestra abordará as possíveis repercussões do ballet clássico na postura adotada pelo jovem praticante, além da relação entre as adaptações na postura, lesões e melhoria da performance na dança, discutindo alternativas práticas para, através do condicionamento físico, contribuir para uma melhor atitude postural e um melhor desempenho no ballet.

Métodos de treinamento da flexibilidade aplicados ao Balé Clássico – Natália Beltrão

A palestra irá fornecer subsídio científico e prático para a estruturação das sessões de alongamento, no que se refere às técnicas e ao volume total e intensidade do treino, com o objetivo de melhoria da amplitude de movimento em bailarinas.

Módulo 2

Saltos no Ballet Clássico: O efeito de um programa de treino baseado no perfil vertical de força-velocidade. – Beatriz Gondra

A palestra abordará o efeito de um programa de treino no salto vertical de bailarinos em formação, os exercícios utilizados e as demais implicações do treino com o objetivo de atingir uma melhora na altura do salto.

O ritual de passagem para o uso da sapatilha de ponta – Juliana Siqueira

A palestra abordará a complexidade que é própria do momento de indicação para o uso da sapatilha de ponta, considerando os principais critérios e formas de avaliação para a iniciação da técnica de ponta de maneira segura e responsável, com base na literatura especializada e experiência prática.




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Aline Antunes

    ÚLTIMOS POSTS:

    • Para falar de balé clássico, bailarina e publicitária criou um “Mundo Bailarinístico”
      Para falar de balé clássico, bailarina e publicitária criou um “Mundo Bailarinístico”
    • Primeira pós-graduação em Ensino do Balé Clássico do Brasil inicia em novembro
      Primeira pós-graduação em Ensino do Balé Clássico do Brasil inicia em novembro
    • Cia. Etc. produz clipe, através de videodança, para a banda Rua do Absurdo
      Cia. Etc. produz clipe, através de videodança, para a banda Rua do Absurdo

    Deixe um comentário

    Mensagem