Com o sabor de dança espanhola
  • Cia. Karina Leiro | FOTO: André Ferreira
    img
  •        
  • Cia. Karina Leiro | FOTO: André Ferreira
    img
  •        
  • Cia. Karina Leiro | FOTO: André Ferreira
    img
  •        
  • Cia. Karina Leiro | FOTO: André Ferreira
    img
  •        
  • Cia. Karina Leiro | FOTO: André Ferreira
    img
  •        
  • Karina Leiro / FOTO: André Ferreira
    img
  •        

Creperia Rouge, no Recife, recebe apresentação da Cia. Karina Leiro neste sábado (19/03) 

Depois do sucesso das noites de tangos, fados e boleros ao longo dos últimos anos, a creperia Rouge, no Recife, promove mais uma Noite Espanhola, neste sábado (19/03), às 21h, com uma apresentação da premiada companhia de Dança Flamenca Karina Leiro.

Nesta apresentação, a coreógrafa e bailarina Karina Leiro e seu elenco executarão diversos palos flamencos, nome dado às variações da dança: tango flamenco, tarantos, seviliana, farruca e bulería. Os ingressos cutam R$ 30, e a creperia fica na Praça de Casa Forte, Casa Forte. Reservas: (81) 9999.2943 e 3040.2552.

SOBRE A CIA. – Desde 2011 no Recife, a Cia. Karina Leiro tem aproximado cada vez mais cultura andaluza do dia a dia local. Além das aulas regulares, que vão do nível iniciante ao avançado, o grupo criou o espetáculo Bailaora, destaque no Janeiro de Grandes Espetáculos 2016 e vencedor de quatro categorias do prêmio APACEPE 2016, entre eles melhor bailarina (Karina Leiro) e bailarina revelação (Rafaela Wanderley). 

 




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

    ÚLTIMOS POSTS:

    • Na Ponta do PÉ produz série sobre a dança pernambucana na pandemia
      Na Ponta do PÉ produz série sobre a dança pernambucana na pandemia
    • Cia. de Teatro e Dança Pós-Contemporânea  d’Improvizzo Gang estreia o filme “Café”
      Cia. de Teatro e Dança Pós-Contemporânea d’Improvizzo Gang estreia o filme “Café”
    • Projeto Corpoesia traz série de videodanças inspirada na obra do poeta França de Olinda
      Projeto Corpoesia traz série de videodanças inspirada na obra do poeta França de Olinda

    Deixe um comentário

    Mensagem