É possível começar a dançar depois de adulto? Conheça a história do passista de frevo Marcus Vinícius e entenda
  • Marcus Vinícius | FOTO: Maíra Passos
    img
  •        
  • Marcus Vinícius | FOTO: Maíra Passos
    img
  •        

Há várias possibilidades de dançar na vida adulta, mesmo sem nunca ter feito aulas de dança na infância ou adolescência

Tem gente que se apaixona pela dança ainda criança e segue dançando pelo resto da vida. A dança, em seus vários estilos, requer do corpo uma certa habilidade, flexibilidade, força, equilíbrio… mas nada que não possa ser desenvolvido, com treinos.

Porém, muitos adultos que nunca tiveram aulas de dança na infância, acham inviável fazer certos movimentos porque estão “velhos” e acabam deixando de lado o sonho de praticar alguma modalidade de dança. Mas é possível dançar, sim, independente da idade!

A pedidos de algumas pessoas que acompanham Na Ponta do PÉ, vamos falar sobre “dança na vida adulta” para inspirar mais gente a entrar na dança! Para isso, trouxemos a história do passista de frevo Marcus Vinícius (Recife, PE).

A seguir, confiram a entrevista! E bora dançar! =)


APOIE NA PONTA DO PÉ

Ajude Na Ponta do PÉ a continuar divulgando a dança, através de conteúdo jornalístico de qualidade. Doações para ajudar a manter nossa redação podem ser feitas via PIX – chave/e-mail: redacao@napontadope.com. Colabore com qualquer valor, a partir de R$ 10. Caso possa contribuir, manda um oi pra gente por e-mail (com o comprovante), pois queremos agradecer diretamente e te adicionar na nossa listinha especial de colaboradores. ❤️






Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

    ÚLTIMOS POSTS:

    • Neste Dia do Frevo, confira nosso TOP 5 com passistas frevando Na Ponta do PÉ!
      Neste Dia do Frevo, confira nosso TOP 5 com passistas frevando Na Ponta do PÉ!
    • Aulas de ballet 30+, conexão corporal, dança para crianças e pilates são oferecidas pela bailarina Camila Alvim, online
      Aulas de ballet 30+, conexão corporal, dança para crianças e pilates são oferecidas pela bailarina Camila Alvim, online
    • Diálogos sobre homens na dança marcam a quinta edição do projeto Mu-Dança
      Diálogos sobre homens na dança marcam a quinta edição do projeto Mu-Dança

    Deixe um comentário

    Mensagem