Erranças, que coloca em cena dança e capoeira, está com novas apresentações
  • Erranças | FOTO: Débora Bittencourt
    img
  •        
  • Erranças | FOTO: Caíque Eça
    img
  •        
  • Erranças | FOTO: Débora Bittencourt
    img
  •        
  • Erranças | FOTO: Caíque Eça
    img
  •        
  • Erranças | Divulgação
    img
  •        
  • Erranças | Divulgação
    img
  •        

A dançarina Gabriela Santana conclui pesquisa com duas apresentações do seu solo nos próximos dias 09 e 10, no espaço O Poste, no Bairro do Recife. A entrada é gratuita 

A performance Erranças, exibida anteriormente em ensaio aberto quando ainda estava em fase de criação, contará com duas apresentações nos próximos dias 9 e 10, às 19h30, no espaço O Poste, no Bairro do Recife, e com entrada gratuita. Em sua terceira e última fase de pesquisa, a performance foi idealizada pela dançarina, capoeirista e pesquisadora Gabriela Santana, que desde 2009 vem investigando técnicas poéticas em dança e capoeira.

Gabriela, que também é professora do curso de dança da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), uniu-se ao músico baiano Jair Coelho que, em tempo real, opera uma paleta de sonoridades elaboradas para compor as paisagens sonoras dançadas pela criadora. Assim, a proposta é provocar no espectador o sentimento de tensão de um corpo oprimido que resiste e cria maneiras de dialogar com sensações internas e estímulos provocados ou captados naquele momento.

Erranças é o primeiro trabalho solo da criadora e denuncia o corpo na rua, sendo um misto de investigação de estados corporais gerados a partir de princípios resultantes de lembranças, afetos e singularidades gerados na relação da dançarina com o universo da capoeiragem. Nessa fase final, o projeto também irá contemplar a edição de um videoregistro com cerca de 25 minutos de duração, dirigido pelo músico performer, Tonlin Cheng.

O local das próximas apresentações é limitado a 60 expectadores por sessão e os ingressos deverão ser retirados na bilheteria com uma hora de antecedência. A duração é de 30 minutos e a classificação etária é de 14 anos. Mais informações: (81) 99815.0285.

FICHA TÉCNICA
Pesquisadora e dançarina: Gabriela Santana
Pesquisadoras colaboradoras: Maria Ascerald e Ana Valéria Vicente
Trilha e ambiência sonora: Jair Coelho
Assistência artística: Bárbara C. Santos
Arte gráfica: Iara Sales Agra
Figurinista: Gabriela Holanda
Confecção do figurino: Verena e Patrícia Duarte
Produção: Vi Laraia (etapa 1) e Marcella Malheiros (etapa 2)
Vídeo-artista: Tonlin Cheng
Concretizador de ideias (escritos, escritas e suportes da instalação): Tiago Acioli




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

    ÚLTIMOS POSTS:

    • Na Ponta do PÉ produz série sobre a dança pernambucana na pandemia
      Na Ponta do PÉ produz série sobre a dança pernambucana na pandemia
    • Cia. de Teatro e Dança Pós-Contemporânea  d’Improvizzo Gang estreia o filme “Café”
      Cia. de Teatro e Dança Pós-Contemporânea d’Improvizzo Gang estreia o filme “Café”
    • Projeto Corpoesia traz série de videodanças inspirada na obra do poeta França de Olinda
      Projeto Corpoesia traz série de videodanças inspirada na obra do poeta França de Olinda

    Deixe um comentário

    Mensagem