Espetáculo fala sobre a perda dos instintos humanos
  • ZOE | FOTO: Breno César
    img
  •        
  • ZOE | FOTO: Breno César
    img
  •        
  • ZOE | FOTO: Breno César
    img
  •        
  • ZOE | FOTO: Breno César
    img
  •        

ZOE, da coreógrafa Francini Barros, tem apresentações entre 15 e 18 de junho, no Teatro Apolo

O espetáculo de dança ZOE estreia no próximo dia 15, às 20h, no Teatro Apolo. Dirigida pela bailarina e coreógrafa Francini Barros, a montagem fala sobre os instintos do ser humano como algo perdido nos dias de hoje. Os bailarinos em cena já compõem pelo ato de estar no palco uma das relações tratadas pela narrativa, que aponta a perda das relações na civilização contemporânea.

“A temática fica ainda mais evidente com o atual momento em que vive a sociedade civil, onde o poder de extermínio sobre a condição humana sobrepõe qualquer ideia de humanidade, a menos que de forma instintiva”, de acordo com a produção do espetáculo. Em cena, o bailarinos intérpretes criadores Adelmo do Vale, Jorge Kildery, Maria Agrelli, Orun Santana, Rafael FX e Victor Lima.

Com classificação de 14 anos, as apresentações da montagem seguem em cartaz nos dias 16 e 17/06, também às 20h, e no dia 18/06, às 19h.  Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$10 (meia), podendo ser adquiridos na bilheteria uma hora antes do espetáculo. O Teatro Apolo fica na Rua do Apolo, 121, Bairro do Recife.  Informações: (81) 3355.3320.




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

    ÚLTIMOS POSTS:

    • É possível começar a dançar depois de adulto? Conheça a história do passista de frevo Marcus Vinícius e entenda
      É possível começar a dançar depois de adulto? Conheça a história do passista de frevo Marcus Vinícius e entenda
    • Bailarino Dielson Pessoa fala sobre sua experiência na Cia. Deborah Colker e Balé da Cidade de São Paulo
      Bailarino Dielson Pessoa fala sobre sua experiência na Cia. Deborah Colker e Balé da Cidade de São Paulo
    • Documentário Negrô fala sobre as influências africanas nas danças a dois
      Documentário Negrô fala sobre as influências africanas nas danças a dois

    Deixe um comentário

    Mensagem