Orum Aiê, da Criart Cia. de Dança, em nova temporada
  • Orum Aiê | FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        
  • Orum Aiê | FOTO: Foto Free
    img
  •        
  • Orum Aiê | FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        
  • Orum Aiê | FOTO: Sidney Vieira
    img
  •        
  • Orum Aiê | FOTO: Sidney Vieira
    img
  •        
  • Orum Aiê | FOTO: Sidney Vieira
    img
  •        
  • Orum Aiê | FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        
  • Orum Aiê | FOTO: Foto Free
    img
  •        
  • Orum Aiê | FOTO: Sidney Vieira
    img
  •        
  • Orum Aiê | FOTO: Sidney Vieira
    img
  •        
  • Orum Aiê | FOTO: Fernando Azevedo
    img
  •        
  • Orum Aiê | FOTO: Foto Free
    img
  •        

As apresentações, fazendo parte do projeto Quartas da Dança, acontecem nos dias 09, 16, 23 e 30/08, no Teatro Barreto Júnior

Nossa herança africana entra em cena mais uma vez com a nova temporada do espetáculo Orum Aiê, da Criart Cia. de Dança. A montagem, que traz passos de dança popular e contemporânea, ficará em cartaz no Teatro Barreto Júnior (Recife, PE), nos próximos dias 09, 16, 23 e 30, sempre às 20h.

As novas apresentações fazem parte do projeto Quartas da Dança, viabilizando por uma parceria entre a Prefeitura do Recife e o Governo de Pernambuco. Estreado em 2007 e sob idealização da coreógrafa Paula Azevedo, Orum Aiê é inspirado no legado que os navios negreiros trouxeram para o Brasil, como a fé, cultura e tradições africanas.

Assim, o espetáculo procura estabelecer relação entre os dois planos da existência: o Orum, mundo mítico do passado remoto, a morada dos deuses, dos antepassados; e o Aiê, o mundo dos homens, o do tempo presente. “Para contar essa história, as coreografias vêm com elementos da dança africana, caboclinho, ciranda, capoeira, entre outros, com uma linguagem moderna, sem ‘rotular’ os passos por estilos”, esclarece a coreógrafa.

A obra, com 45 min de duração, tem figurino assinado por Ricardo Angeiras e direção musical de Fabrício Belo. Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$10 (meia entrada), à venda na sede da Criart, localizada na rua Coronel João Manguinhos, 290, Bairro Novo, Olinda, ou na bilheteria do teatro, que fica na rua rua Estudante Jeremias Bastos, s/n, Pina. Mais informações: (81) 3011.0487.




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

    ÚLTIMOS POSTS:

    • Na Ponta do PÉ produz série sobre a dança pernambucana na pandemia
      Na Ponta do PÉ produz série sobre a dança pernambucana na pandemia
    • Cia. de Teatro e Dança Pós-Contemporânea  d’Improvizzo Gang estreia o filme “Café”
      Cia. de Teatro e Dança Pós-Contemporânea d’Improvizzo Gang estreia o filme “Café”
    • Projeto Corpoesia traz série de videodanças inspirada na obra do poeta França de Olinda
      Projeto Corpoesia traz série de videodanças inspirada na obra do poeta França de Olinda

    Deixe um comentário

    Mensagem