Performance “Por onde andam os porcos” aborda sobre o corpo capaz de suportar as adversidades do mundo
  • Por Onde Andam os Porcos | FOTO: Rhaiza Oliveira
    img
  •        
  • Por Onde Andam os Porcos | FOTO: Rhaiza Oliveira
    img
  •        
  • Por Onde Andam os Porcos | FOTO: Rhaiza Oliveira
    img
  •        
  • Por Onde Andam os Porcos | FOTO: Rhaiza Oliveira
    img
  •        
  • Por Onde Andam os Porcos | FOTO: Rhaiza Oliveira
    img
  •        
  • Por Onde Andam os Porcos | FOTO: Rhaiza Oliveira
    img
  •        

As apresentações, que acontecem entre 30/07 e 03/08, na Galeria Janete Costa (Recife, PE)  

A performance “Por Onde Andam os Porcos” ocupa a galeria Janete Costa (Parque Dona Lindu) em sua nova temporada. A montagem fica em cartaz nos dias 30 e 31 de julho e 02 e 03 de agosto, sempre às 19h 0. A partir de uma releitura da imagem comum do “porco capitalista”, o trabalho convida a pensar o lugar centralizado do opressor, entendendo a humanidade como seres políticos, como indivíduos responsáveis por manter o mundo como nos foi dado, a macro e microestruturas em funcionamento. Uma sociedade que persegue a lógica 24/7, autorregulada e em eterno funcionamento.

Para falar sobre as questões que envolvem o corpo, supõe-se que com os corpos que “vivemos-somos”, não será possível suportar a ruína criada por nossa própria humanidade. Por isso, a performance convoca, nessa ficção, a gênese de um corpo outro. “O que é possível agora? Precisamos permanecer aqui? Ficamos e assistimos a nossa ruína, sabendo que o mundo funcionará sem a humanidade? Se esse mundo já ruiu, é possível construir outro? ”, são algumas questões levantadas.

“Por Onde Andam Os Porcos” tem direção-geral de Kildery Iara e direção de arte de Iagor Peres. Iara, com atuação nas artes do agora, em especial a dança, é interessada na investigação do movimento, nas artes integradas. Iagor tem forte atuação nas artes visuais, com interesse nas densidades e substâncias (materialidades) visíveis e invisíveis que compõem as relações no espaço. Essa colaboração traz para o trabalho o desafio de uma possível dramaturgia que propõe a condição de livre apreciação de uma exposição em galeria, num trabalho cênico.

Interpretada e criada pelos artistas Júnior Foster, Kildery Iara, Marcela Aragão Meujael Gonzaga e Natalie Revorêdo, a performance propõe, a partir de jogos e improvisos dirigidos, metáforas corporais que lidam com essas questões, sendo geridas e a cada dia reformuladas pelos criadores-intérpretes. “Com o seu espaço existencial nitidamente consciente (porque esse é o mundo como nos foi dado), uma comunidade se entende coesa, pois a relação funcional de um elemento com o outro, ganha uma expressão espacial justo no limite que a emoldura”, diz a diretora geral da obra, Kildery Iara.

A montagem conta ainda com o incentivo do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura PE), através da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) e Governo de Pernambuco.

Os ingressos para conferir o espetáculo custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) e a venda antecipada está disponível na plataforma Sympla. A classificação para assistir a obra é de 18 anos. A galeria Janete Costa fica no Parque Don Lindu, na Avenida Boa Viagem, s/n, Boa Viagem (Recife,PE). Mais informações: (81) 98236.3777.

FICHA TÉCNICA

Direção Geral: Kildery Iara
Direção de Arte: Iagor Peres
Produção: Danilo Carias (Criativo Soluções)
Interpretes criadores: Júnior Foster, Kildery Iara, Marcela Aragão, Meujael Gonzaga e Natalie Revorêdo
Figurinos: Meujael Gonzaga
Iluminação: Natalie Revorêdo
Objetos de cena: Iagor Peres e Meujael Gonzaga
Ambiência sonora: Hugo Coutinho
Preparação física: Priscila Araújo
Operador de projeção: Iagor Peres

SERVIÇO

Por onde andam os porcos
Classificação: 18 anos
Quando: 30/07, 31/07, 02/08 e 03/08 de 2019
Onde: Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu – Avenida Boa Viagem, s/n, Boa Viagem (Recife, PE)
Horário: sempre às 19h30
Ingressos: venda antecipada através da plataforma Sympla
Valor: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Informações: (81) 98236.3777

 




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Aline Antunes

    ÚLTIMOS POSTS:

    • Meia Ponta e Mundo Bailarinístico realizam workshop sobre conteúdo de balé e mídias sociais
      Meia Ponta e Mundo Bailarinístico realizam workshop sobre conteúdo de balé e mídias sociais
    • MOC Dança PE realiza quarta edição virtualmente
      MOC Dança PE realiza quarta edição virtualmente
    • Inspirações da bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro Liana Vasconcelos para produzir dança em casa
      Inspirações da bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro Liana Vasconcelos para produzir dança em casa

    Deixe um comentário

    Mensagem