Pintando o 7 leva dança, música e teatro à garotada
  • Carol Levy | FOTO: Andrea Rego Barros
    img
  •        
  • Cisne Negro | FOTO: Tomas Kolish Jr
    img
  •        
  • Pia Fraus | FOTO: Pedro Andreetta
    img
  •        
  • Carol Levy | FOTO: Andrea Rego Barros
    img
  •        
  • Cisne Negro | FOTO: Tomas Kolish Jr
    img
  •        
  • Pia Fraus | FOTO: Pedro Andreetta
    img
  •        

O projeto contará com oficinas e espetáculos infantojuvenis. Será entre 13 e 29 de julho, na Caixa Cultural Recife  

A garotada que curte arte poderá conferir nova edição do projeto Pintando o 7, que acontece entre 13 e 29 de julho, na Caixa Cultural Recife. Serão três finais de semana espetáculos de dança, música, contação de histórias, teatro de bonecos e oficinas gratuitos.

No primeiro fim de semana, será apresentado o espetáculo Vem Dançar, da Cisne Negro Cia. de Dança (SP), que tem a direção artística da bailarina e coreógrafa Hulda Bittencourt e de Dany Bittencourt. Com 55 minutos de duração, a apresentação será amanhã (13/07), s 18h, e no sábado (14/07), em duas sessões, uma às 16h e a outra às 18h.

A montagem narra as danças do século XVI até os dias atuais, partindo da dança clássica, passando pelas danças populares, como o frevo, samba e a capoeira, até chegar aos ritmos contemporâneos, a exemplo do o funk, rap e o hip-hop. No palco, nove bailarinos dançam, cantam e encenam a história dos ritmos através do tempo, tendo como mestre de cerimônias o personagem Rei Sol, Luiz XIV.

No final de semana seguinte, a cantora e contadora de histórias Carol Levy apresenta o espetáculo musical Conto de Casa, que acontece no sábado, dia 21, às 16h e 18h, e no domingo, dia 22, às 11h. Acompanhada pelo produtor musical Carlinhos Borges, Carol Levy apresenta um show interativo, lúdico e cheio de nuances artísticas, que tem duração média de 70 minutos.

Encerrando a temporada, será apresentado pela Companhia Pia Fraus, de São Paulo, o espetáculo Bichos Vermelhos, baseado no livro homônimo da escritora pernambucana Lina Rosa, e dirigido por Adriana Telg. Com duração de 50 minutos, a peça será encenada no sábado, dia 28, em duas apresentações, uma às 16h e a outra às 18h, e no domingo, dia 29, com única apresentação às 11h.

OFICINAS

O projeto Pintando o 7 apresenta ao público, a oportunidade de participar de oficinas gratuitas. A Cisne Negro Cia de Dança realiza o curso Danças Brasileiras e Brincadeiras Populares, na sexta-feira, dia 13 de julho, das 10h ao meio-dia, na sala de oficina 1. O workshop será comandado pelo bailarino pernambucano André Santana, especializado em danças populares brasileiras.

No dia 22 de julho, das 15h às 17h, na sala de oficina 1 a multiartista Carol Levy vai ensinar técnicas e realizar dinâmicas sobre contação de histórias. No curso, que tem duas horas de duração, Carol vai apresentar o universo da narrativa oral aos adultos, com o objetivo de estimular pais, educadores, atores e público em geral a contar histórias de forma correta e eficaz, utilizando a voz, o corpo, o entorno, o público e os livros.

O último workshop da temporada é o de Criação de Bonecos, que acontece no dia 29 de julho, das 15 às 17h, para crianças de 4 a 11 anos e adultos, na sala de oficina 1. Comandado por Beto Andreetta, a oficina tem o objetivo de apresentar formas simples e criativas para adultos e crianças que queiram confeccionar bonecos, a partir de materiais recicláveis, respeitando o meio ambiente e ajudando a ampliar a consciência ecológica e sustentável dos participantes.

SERVIÇO

Projeto Pintando o 7
Local: Caixa Cultural Recife Av. Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero, Bairro do Recife
Quando: entre 13 e 29 de julho de 2018
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia entrada)
Duração: 60 minutos (média dos espetáculos)
Classificação: livre
Capacidade: 80 lugares Acesso para pessoas com deficiência
Informações: (81) 3425.1915

 




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

    ÚLTIMOS POSTS:

    • Inspirações da bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro Liana Vasconcelos para produzir dança em casa
      Inspirações da bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro Liana Vasconcelos para produzir dança em casa
    • Cenas do Nordeste, online, traz espetáculos de dança e teatro
      Cenas do Nordeste, online, traz espetáculos de dança e teatro
    • Coreógrafo Ivaldo Mendonça se conecta com bailarinos durante a pandemia, através de fotografias
      Coreógrafo Ivaldo Mendonça se conecta com bailarinos durante a pandemia, através de fotografias

    Deixe um comentário

    Mensagem