15º Festival de Circo do Brasil transforma Recife num grande picadeiro
  • Cia. LaMala | FOTO: Bruno Rodolf
    img
  •        
  • Coletivo LateraL | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Irmãos Atada | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Zero En Conducta | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Cia. LaMala | FOTO: Bruno Rodolf
    img
  •        
  • Coletivo LateraL | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Irmãos Atada | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • Zero En Conducta | FOTO: Divulgação
    img
  •        
  • img
  •        

Com vários espectáculo que utilizam dança e acrobacias, entre outras linguagens artísticas, o festival acontece de 01 a 10 de novembro 

A cidade do Recife é palco da 15ª edição do Festival de Circo do Brasil, evento que coloca em cana o poder da resistência, do riso e da arte contra todas as adversidades e reveses históricos. Com apoio da Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife e realização da Luni Produções, a programação começa hoje e segue até o próximo dia 10, nos teatros Santa Isabel, Apolo e Hermilio Borba Filho, além intervenções em espaços públicos, como no Museu do Estado, Parque da Macaxeira, Recife Antigo e Poço da Panela.

Na programação, muita palhaçada, malabarismo e espetáculos que unem acrobacia e dança. Entre os destaques, a Cia. LaMala (SP), que se apresenta sábado (02) e domingo (03), às 19h, no Teatro Apolo, com o Íntimo. O espetáculo explora a cumplicidade, nesse caso entre uma virtuosa dupla de acrobatas. Dois corpos que precisam um do outro para as performances, garantindo segurança, bem-estar e intimidade. Ali está um casal, cada um com seus próprios sentimentos e desejos em relação à vida.

Naïf (FRA) apresenta “A Mecânica das Sombras” nesta terça-feira (05) e quarta-feira (06), às 19h30, no Teatro Hermilo Borba Filho. Com apenas mãos e pés descobertos em cena, o grupo faz um trabalho cênico gestual contemporâneo. Durante o espetáculo, usam a luz como elemento de linguagem, criando um teatro de sombras, com números de acrobacia, equilíbrio, força e sincronismo. Nas coreografias, minuciosamente arquitetadas, a força e cadência do hip hop, somada à música instrumental.

O espetáculo Probabilidades, do Coletivo Lateral (SP), será apresentado na quinta-feira (07), às 19h30, no Teatro Hermilio e na sexta (08), às 16h, no Compaz do Alto Santa Terezinha. Em Probabilidades, os artistas formam pirâmides e gangorras humanas, entre outros números. Um corpo se apoia no outro e depois na barra, que serve de base para rolamentos, cambalhotas e saltos a metros do chão.

De fora, tem o Eh Man Hé, da Zero en Canducta (Espanha), ocupando o palco do Teatro Santa Isabel na quinta-feira (07), a partir das 20h, e na sexta-feira (08), às 20h. A história mistura técnicas de manipulação, dança, teatro físico e acrobacia. No picadeiro do Festival, ele traz o contexto do humano para o palco. Eh Man He são chamadas as pessoas que convivem com vários espíritos. Essa é a história de Nolan, um Eh Man He e seus cinco espíritos que ganham vida através de dançarinos, atores e acrobatas.

Ainda na lista de atrações que utilizam a dança, entre outras linguagens artíticias, os Irmãos Atada, de São Paulo. Eles apresentam “Três Variando” no próximo sábado (09) e domingo (10), às 16h30, no Teatro Apolo. Voltado para crianças, o espetáculo traz malabares, prato chinês, danças e outros números que fazem parte do circo que é montado em tempo real por artistas da Trupe Irmãos Atada. Eles apresentam ao público todo processo de montagem de um circo, desde o levantamento da lona sobre o picadeiro até a encenação dos números.

O 15º Festival de Circo do Brasil conta também com oficinas. Um delas é com a Cia. Suno, formada pelo clown e acrobata Duba Becker e pela bailarina Helena Figueira. A oficina trabalhará com pontos de equilíbrio do corpo, revelando as semelhanças e diferenças entre cada pessoa. A outra é com autor, diretor e clown argentino Tato Villanueva, dedicada a palhaços e atores em geral, trabalhando técnicas de ação e reação, desestruturação, paródia e efeito surpresa.

Os ingressos para conferir o Festival de Circo do Brasil custam R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia entrada), no Teatro Santa Isabel, e R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia entrada), nos Teatros Apolo e Hermilo. Estão à venda no Sympla. As apresentações em locais públicos são gratuitas. Mais informações: (81) 3441.1241.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

01/11 – SEXTA-FEIRA
20h    Molavin – Tato Villanueva (ARG)
Teatro de Santa Isabel – 10 anos

02/11 – SÁBADO
10h às 19h
Museu do Estado: 10h às 19h
Av Rui Barbosa, 960, Graças – Livre (Entrada Gratuita)
Feirinha do Circo – Mais de 20 expositores
Vivências Circenses – Cia Brincantes (PE)
Sonho de Uma Profissão – Rapha Santacruz (PE)
Chulos – Cia Dual (SP)
Gulp – Clap Clap Circo (URU/ARG)
O Circo Sem Teto da Lona Furada dos Bufões – Dona Zefinha (CE)
Rascunho 37 – Cia Gravitá (SP)

19h
Íntimo – Cia LaMala (SP)
Teatro Apolo – 10 anos

20h
Molavin – Tato Vilanueva (ARG)
Teatro Santa Isabel – 10 Anos

03/11 – DOMINGO
10h às 19h
Museu do Estado: 10h às 19h
Av Rui Barbosa, 960, Graças – Livre (Entrada Gratuita)
Feirinha do Circo – Mais de 20 expositores

Vivências Circenses – Cia Brincantes (PE)
Duba Becker – Cia Suno (SP)
Gulp – Clap Clap Circo (URU/ARG)
O Circo Sem Teto da Lona Furada dos Bufões – Dona Zefinha (CE)
Rascunho 37 – Cia Gravitá (SP)

16h
Chulos – Cia Dual (SP)
Recife Antigo – Externa Gratuita – Livre

19h
Íntimo – Cia LaMala (SP)
Teatro Apolo – 10 anos

05/11 – TERÇA-FEIRA
10h
O Mundo de Hundertwasser – Cia Va de Bordo (SP) – Programação para Escolas
Teatro Apolo – Livre

15h
O Mundo de Hundertwasser – Cia Va de Bordo (SP) – Programação para Escolas
Teatro Apolo – Livre

14h
Oficina “O Elo Perdido”, por Tato Villanueva e Leticia Vetrano
Estúdio Luni – Inscrições limitadas pelo email: festivaldecircodobrasil@gmail.com

19h30
Mecânica das Sombras – Cia Mecanique des Ombres (FRA)
Teatro Hermilo – 10 anos

20h
O Grande Circo Místico
Cinema Gratuito (sujeito à lotação do cinema) – Cinema do Museu. Fundação Joaquim Nabuco, Av 17 de Agosto, 2187, Casa Forte – 16 anos

06/11 – QUARTA-FEIRA
10h
O Mundo de Hundertwasser – Cia Va de Bordo (SP) – Programação para Escolas
Teatro Apolo – Livre

15h
O Mundo de Hundertwasser – Cia Va de Bordo (SP) – Programação para Escolas
Teatro Apolo – Livre

10h
Palhaçaria – Cia Suno (SP)
Externa Gratuita – Sítio da Trindade – Livre

14h
Oficina “O Elo Perdido”, por Tato Villanueva e Leticia Vetrano
Estúdio Luni – Inscrições limitadas pelo email: festivaldecircodobrasil@gmail.com

19h30
Mecânica das Sombras – Cie Mecánique des Ombres (FRA)
Teatro Hermilo – Livre

20h
Monga
Cinema Gratuito (sujeito à lotação do cinema) – Cinema do Museu. Fundação Joaquim Nabuco, Av 17 de Agosto, 2187, Casa Forte – 12 anos

20h
Clov’s, O Internacionável – Cia Lá Nos Fundos (SC)
Teatro Santa Isabel – Livre

07/11 – QUINTA-FEIRA
10h
O Mundo de Hundertwasser – Cia Va de Bordo (SP)
Teatro Apolo – Livre

15h
O Mundo de Hundertwasser – Cia Va de Bordo (SP)
Teatro Apolo – Livre

14h
Oficina “O Elo Perdido”, por Tato Villanueva e Leticia Vetrano
Estúdio Luni – Inscrições limitadas pelo email: festivaldecircodobrasil@gmail.com

19h30
Probabilidades – Cia Lateral (SP)
Teatro Hermilo – Livre

20h
Eh Man Hé – Zero en Conducta (ESP)
Teatro Santa Isabel – 10 anos

08/11 – SEXTA-FEIRA
Oficina “Objetos e Corpo em Equilíbrio” – Cia Suno (SP)
Teatro Hermilo – Inscrição

16h
Probabilidades – Coletivo Lateral (SP)
Externa Gratuita – Compaz Governador Eduardo Campos (Alto Sta. Terezinha) – Livre

19h
Fuera! – Letícia Vetrano (ARG)
Teatro Apolo – 10 anos

20h
Eh Man Hé – Zero en Conducta (ESP)
Teatro Santa Isabel – 10 anos

09/11 – SÁBADO
16h
Gulp – Clap Clap Circo (URU/ARG)
Externa Gratuita – Parque da Macaxeira – Livre

16h
Cenas Curtas – Doutores da Alegria (PE)
Teatro Marco Camarotti (Rua 13 de Maio, 455 / SESC – Santo Amaro) – Livre

16h30
Três Variando – Irmãos Atada (SP)
Teatro Apolo – Livre

18h
Opá, Uma Missão – Lívia Falcão (PE)
Teatro Hermilo – Livre

20h
Molavin – Tato Villanueva (ARG)
Teatro Santa Isabel – 10 anos

10/11 – DOMINGO
14h
Dumbo – Live Action
Cinema Gratuito (sujeito à lotação do cinema) – Cinema do Museu. Fundação Joaquim Nabuco, Av 17 de Agosto, 2187, Casa Forte – Livre

16h
Poço da Panela
Externa Gratuita – Livre
Feirinha do Poço
Palhaçaria – Cia Suno (SP)
Clov’s, O Internacionável – Cia Lá Nos Fundos (SC)

16h
Cenas Curtas – Doutores da Alegria (PE)
Teatro Marco Camarotti (Rua 13 de Maio, 455 / SESC – Santo Amaro) – Livre

16h
Gulp – Clap Clap Circo (URU/ARG)
Externa Gratuita – 2º Jardim Boa Viagem – Livre

16h30
Três Variando – Irmãos Atada (SP)
Teatro Apolo – Livre

18h
Opá, Uma Missão – Lívia Falcão (PE)
Teatro Hermilo Borba Filho




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

ÚLTIMOS POSTS:

  • Personagem bíblica inspira o espetáculo Rivca, do Balance Studio de Dança
    Personagem bíblica inspira o espetáculo Rivca, do Balance Studio de Dança
  • Ballet da Cidade de Niterói em temporada no Recife
    Ballet da Cidade de Niterói em temporada no Recife
  • MPB do século 20 embala o espetáculo Armazém Brasil, da Cia. de Dança Guilherme Queiros
    MPB do século 20 embala o espetáculo Armazém Brasil, da Cia. de Dança Guilherme Queiros

Deixe um comentário

Mensagem