Artista de dança promove círculo dançante e terapêutico para mulheres
  • Natalie Revorêdo | FOTO: Walton Ribeiro
    img
  •        
  • Natalie Revorêdo | FOTO: Walton Ribeiro
    img
  •        

A vivência “Moveres do CorpoLuz – II Jornada Dançante ao Coração” é gratuita mediante inscrições e acontecerá durante quatro encontros neste mês de março

Em trajetória permeada por duas linguagens que se atravessam e se complementam, sendo a Dança e a Iluminação, a empreendedora, artista e iluminadora cênica Natalie Revorêdo tem trilhado seus fazeres artísticos por lugares que promovem o resgate do protagonismo feminino e a incessante afirmação da presença do corpo-mulher em espaços ainda majoritariamente masculinos.

É a partir do costurar de vivências individuais e coletivas ao longo dos 12 anos estudando e experenciando Dança, desde a graduação na UFPE até hoje, e dos últimos 8 anos iluminando palcos cênicos País afora, que Natalie vem desenvolvendo a pesquisa “Moveres do CorpoLuz”. Enxergando o corpo como uma potente ferramenta de ação política, revolucionária e afetiva, um dos pilares de sua pesquisa é a facilitação de círculos de mulheres com o intuito de fortalecer o coletivo através da escuta, da fala, da dança, do empoderamento e do entrelaçamento das mais plurais narrativas femininas.

O próximo círculo de mulheres a ser facilitado por Natalie é o “Moveres do CorpoLuz – II Jornada Dançante ao Coração”, que terá a sua segunda edição nos próximos dias 15, 16, 17 e 18 de março (segunda a quinta-feira), das 16h às 18h, via a plataforma online Zoom, com acesso livre e gratuito mediante inscrições no site: https://linktr.ee/natalieCorpoLuz.

O projeto “Moveres do CorpoLuz – II Jornada Dançante ao Coração” foi contemplado pelo Edital Formação e Pesquisa – Linguagem da Dança, da Lei Aldir Blanc PE. Em tempos de pandemia, quando as interações estão cada vez mais raras devido ao necessário isolamento social, os encontros virtuais serão uma oportunidade para trocas afetivas, acolhimentos, fortalecimento e cura coletiva por meio da dança intuitiva, de práticas meditativas, de exercícios corporais diversos, interpretações do Oráculo das Deusas e das Cartas do Caminho Sagrado, entre outras dinâmicas.

A idealizadora e facilitadora Natalie Revorêdo explica que a vivência dançante terapêutica está aberta para todas as mulheres com idade acima de 18 anos (cis, trans, mães, gestantes, diversas), experientes em Dança ou não, basta escutarem o coração e estarem dispostas à partilha. Os quatro encontros serão guiados pelos ritmos e energias lunares.

“A vivência Moveres do CorpoLuz – II Jornada Dançante ao Coração é uma fragmentação de toda essa minha pesquisa que tem o corpo como intersecção de somatórios, onde tudo o que atravessa, integra e ancora enquanto potência se torna mover desse corpo. ‘CorpoLuz’ são os corpos que atravessam esses lugares, são todas as mulheres que estão ali presentes em círculos virtuais ou não, corpos que despertam para si na sua potência física, amorosa, espiritual, psicológica, nas suas vulnerabilidades. O olhar para si é revolucionário, já é vencer o patriarcado, já é quebrar as correntes que nos prendem”, diz Natalie.

“Ter consciência dos nossos moveres e dos nossos quereres, destinar um tempo para cuidar da matéria e do emocional, já é uma grandiosidade. Temos na história das nossas mulheres massacres, violências domésticas, psicológicas e emocionais tão fortes. Então trazer esse círculo dançante e terapêutico com mais presença para mim é curar as nossas mulheres. É o momento de viver uma tenda da lua, onde todas são convocadas a cuidarem de si em uma ciranda de mulheres sábias. São sementes que eu jogo, possibilidades de caminhos, mas quem realiza a trilha são elas”, completa a artista.

Natalie Revorêdo

Mulher, latino-americana, recifense, empreendedora, artista da Dança, formada em Massoterapia e Reiki, graduada em Licenciatura em Dança pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), iluminadora cênica e performer. Atua na área artística de maneira integrativa e curiosa, entendendo o corpo como a manifestação plural do existir. Sua pesquisa abraça os campos da dança, performance, iluminação, dança intuitiva, práticas terapêuticas, empreendedorismo feminino e o corpo como potência de criação.

Idealizadora do Circuito de Lives “Corpo Mulher em Jornada”, promove conversas online de partilhas sábias com mulheres, assim como a vivência terapêutica “Moveres do CorpoLuz – Jornada Dançante ao Coração”, costurando narrativas femininas e coletivas em plataformas virtuais.

Integrante do Farol Ateliê da Luz, do Coletivo Nativa e da Coletiva Rua das Vadias, Natalie Revorêdo tece as diferentes trajetórias como elo de comunicação e potência, o que a proporciona um estudo investigativo mais aprofundado para sua pesquisa “Moveres do CorpoLuz”, assim como seu protagonismo e poder de atuação no organismo criativo, sentindo o respirar poético-sensível da iluminação como semente expansiva de criação e da dramaturgia da luz.

A empreendedora também ministra oficinas de Iluminação, onde dilata a importância da representatividade do corpo-mulher na área técnica artística, facilitando círculos femininos, como: “Iluminação Cênica para Mulheres – Empoderamento dos termos técnicos na prática artística”, “CorpoLuz semente de Criação” e “Mulheres na Jornada da Luz”, campo destinado ao labirinto fértil do ser mulher em busca de si.

SERVIÇO

Datas: 15, 16, 17 e 18 de março de 2021 (segundas a quinta-feira)
Horário: 16h às 18h.
Público: mulheres diversas com idade acima de 18 anos.
Atividade: vivência dançante e terapêutica para mulheres.
Facilitadora e idealizadora: Natalie Revorêdo, empreendedora, artista da Dança e iluminadora cênica.
Acesso: gratuito.
Inscrições: https://linktr.ee/natalieCorpoLuz
Vagas: 20




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Maíra Passos

    ÚLTIMOS POSTS:

    • Quadrilhas juninas se apresentam em mostra online,  neste domingo
      Quadrilhas juninas se apresentam em mostra online, neste domingo
    • Dielson Pessoa ministra curso de dança e expressão corporal, no Recife
      Dielson Pessoa ministra curso de dança e expressão corporal, no Recife
    • Bailarina Manuela Linhares, do Recife, faz carreira em Lisboa
      Bailarina Manuela Linhares, do Recife, faz carreira em Lisboa

    Deixe um comentário

    Mensagem