O universo do balé no Mundo Bailarinístico
  • Dryelle Almeida | FOTO: Carla Thomaz
    img
  •        
  • Dryelle Almeida | FOTO: Carla Thomaz
    img
  •        
  • Dryelle Almeida | FOTO: Carla Thomaz
    img
  •        
  • Almofada da lojinha do Mundo Bailarinístico
    img
  •        
  • Almofada da lojinha do Mundo Bailarinístico
    img
  •        
  • Camiseta da lojinha do Mundo Bailarinístico
    img
  •        
  • Camisa da lojinha do Mundo Bailarinístico
    img
  •        
  • Dryelle Almeida | FOTO: Carla Thomaz
    img
  •        
  • Dryelle Almeida | FOTO: Carla Thomaz
    img
  •        
  • Dryelle Almeida | FOTO: Carla Thomaz
    img
  •        
  • Almofada da lojinha do Mundo Bailarinístico
    img
  •        
  • Almofada da lojinha do Mundo Bailarinístico
    img
  •        
  • Camiseta da lojinha do Mundo Bailarinístico
    img
  •        
  • Camisa da lojinha do Mundo Bailarinístico
    img
  •        

Publicitária e bailarina traz dicas sobre a dança clássica em blog, além de lojinha com produtos da marca  

Um espaço que reúne todas aquelas particularidades e interesses que só os bailarinos e amantes do balé têm. Estamos falando do Mundo Bailarinístico, de Dryelle Almeida. publicitária, formada em balé clássico pela Escola Municipal de Bailado de São Paulo, professora de balé clássico e aspirante a sapateadora, Dryelle reúne, em posts diários, dicas, curiosidades, significados, conceitos, fotos, frases, histórias, vídeos e tudo mais que seja importante para a sobrevivência bailarinística de seus habitantes, além de trazer uma pitada de humor.

Professora de balé clássico e sapateado para crianças e adolescentes numa ONG, Dryelle resolveu criar o Mundo Bailarinístico em 2013. “A ideia surgiu porque eu sempre gostei de passar teoria para minhas alunas e sempre procurava na internet, então, resolvi começar postando as coisas que eu passava para elas. Queria que este blog fosse a extensão das minhas aulas e que pudesse compartilhar este conteúdo também para outras pessoas. A partir daí resolvi tentar unir o máximo de conteúdo e informação que envolvesse o balé clássico em uma única página”, conta. O objetivo é tentar trazerr tudo sobre o mundo do balé, ser referência em conteúdo e servir como fonte de pesquisa bailarinística.

Fora as postagens de Dryelle, o blog tem também colaboradores que escrevem para as colunas. A Janaína Barros, também professora de balé; a Danielle Fava, nutricionista, bailarina, fala sobre alimentação; a Maria Cristina Lopes, psicóloga, gestora da página Ballet sem estresse; a Elidiane Serafim, do Blog Serafim Ballet, fala sobre balé infantil. Recentemente foi lançada a coluna do Fellipe Camarotto, sobre técnica masculina no balé.

Além disso, a presença do blog nas redes sociais é grande. A fanpage da página ultrapassou as 47 mil curtidas e o Instagram tem mais de 30k seguidores. “O retorno é super frequente e é gratificante saber que as pessoas estão lendo. Elas mandam mensagens e comentam nas redes sociais, também fazem comentários nas postagens do blog, preenchem o formulário para receber novidades, me mandam e-mails e me seguem no snapchat. Além disso, pedem postagens, dão ideias, mandam fotos, elogiam, agradecem, pedem dicas e ajuda, dão sugestões e críticas, contam suas histórias… De uma maneira geral são muito participativos”.

Foi justamente observando a aceitação das postagens que Dryelle teve a ideia de criar produtos ligados ao balé para vender. “A ideia era fazer com que aquelas postagens, que sempre geraram identificação e eram cheias de curtidas virassem bailarinices e pudessem ser mais que compartilhadas, pois quando adquiridas são usadas e guardadas com carinho”. Foi aí que surgiu a loja virtual do Mundo Bailarinístico com produtos exclusivos criados pela própria Dryelle.

Camisetas, croppeds, chinelos, canecas, necessaire, almofadas, pôsteres são alguns dos produtos que são vendidos online e entregues em todo o Brasil. As bailarinices queridinhas, que são aqueles mais vendidas são as camisetas (estampas: “Viver para dançar ou dançar para viver”, “Sua dança não mente o que seu coração sente”, “Love”, “I <3 Ballet”, “ Meia Ponta | Ponta | Meia Ponta | Desce”, “5678” e “ Dançar é como sonhar com os pés”); as canecas “Menos açúcar! Bailarinas já são doces” e “Todo dia é dia de café, todo dia é dia de balé” e o bodie para bebês “Saiu o resultado do teste do pezinho: Pé de bailarina”. Ficou curioso? Entra lá no blog e dá uma conferida. 😉




Postado por


COMPARTILHE:

Sobre o autor
Fabiana Almeida

    ÚLTIMOS POSTS:

    • Meia Ponta e Mundo Bailarinístico realizam workshop sobre conteúdo de balé e mídias sociais
      Meia Ponta e Mundo Bailarinístico realizam workshop sobre conteúdo de balé e mídias sociais
    • MOC Dança PE realiza quarta edição virtualmente
      MOC Dança PE realiza quarta edição virtualmente
    • Inspirações da bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro Liana Vasconcelos para produzir dança em casa
      Inspirações da bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro Liana Vasconcelos para produzir dança em casa

    Deixe um comentário

    Mensagem